Dicas para Foto de Perfil do LinkedIn

A primeira impressão é a que fica, isso é fato. Caso você esteja buscando uma recolocação no mercado de trabalho ou mesmo ser um influenciador no mundo dos negócios, deve atentar-se à algumas regras básicas para a sua foto de perfil no LinkedIn.

A própria rede cita que ter uma boa foto faz com que a visibilidade do seu perfil aumente. Mas cuidado, nesta rede social o único foco é a sua postura profissional e uma imagem pode representar muito mais do que você imagina. Para transmitir uma imagem profissional, atente-se às nossas dicas e produza uma foto adequada para o seu perfil do LinkedIn:

- Foto Atual

Escolha uma foto atual, usar fotos antigas não é uma boa opção, mesmo que seja uma foto profissional. Construa a sua imagem a partir do que você é hoje.

- Coerência

A ambientação e produção da foto precisa ser coerente com a função e área que você atua. Por exemplo: se você for um profissional da indústria, prefira tirar fotos no seu ambiente de trabalho, com trajes adequados à sua função. Se for um executivo, o escritório, terno e gravatas são indispensáveis. A sua foto precisa ser coerente com o seu ramo de atuação.

- Contrastes

Use cores de roupas e acessórios que contrastem com o fundo da foto. Se optar por fundo escuro e roupa escura e você quase não será notado na foto. Aposte nos contrastes mas cuidado com fundos e composições com muita informação. Evite fundos muito coloridos e com muitos apelos visuais. Um truque bacana que deixa a foto com aspecto profissional é trabalhar com o fundo desfocado - afinal o que realmente importa nesta foto é você.

- Ângulo e Iluminação

Atente-se ao ângulo da foto e fuja das “selfies” -com as selfies você sempre terá um braço cortado ou estará em um ângulo estranho.

A iluminação é um fator bastante importante - escolha um ambiente bem iluminado para que não haja alteração na sua aparência. Técnicas de iluminação de estúdio são capazes de criar efeitos de definição incríveis.

- Fotos de Viagem, eventos sociais

Por se tratar de um perfil profissional, evite usar fotos de viagens, eventos sociais, festas, com animais de estimação, ou acompanhado de alguém. Use estas fotos em outras Redes Sociais.

- Edição

Cuidado com os aplicativos de edição de fotos e filtros. Fotos em sépia e preto e branco também não são indicadas.

- Roupas

Os especialistas recomendam que o “Business Casual” é o dress code ideal para fotos profissionais - ele é elegante e sério, mas foge do habitual “terno e gravata”. Vale a pena uma pesquisa sobre o assunto dress code e também avaliar como se vestem os funcionários das empresas que você tem interesse em trabalhar/ atingir, usando o próprio LinkedIn para esta pesquisa.

- Cabelo e Maquiagem

As mulheres devem atentar-se e tanto no quesito cabelo, como na maquiagem, apostando no que é simples e natural.

- Atitude positiva

Um bom sorriso ajuda a demonstrar que você é uma pessoa disposta a fazer negócios e conversar. Não fique sério na foto mas também não exagere na risada.

- Expressões e Poses

Há infinitas técnicas de poses e expressões mas o mais importante, sempre, é ser você e buscar sua autenticidade nesta imagem, mas com foco no mercado que você atua também.

Há muitos detalhes para se atentar e em algumas ocasiões a foto não fica com o resultado que esperamos. Ter uma foto profissional no seu perfil de LinkedIn pode trazer benefícios para a sua carreira e você pode contar com a equipe da Kameleon Comunicação para te orientar e produzir uma foto adequada às suas competências. Entre em contato conosco e destaque-se ainda mais no mercado de trabalho!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Desafios da Transformação Digital

A transformação digital é um item que preocupa executivos dos mais variados setores e tamanho de negócios. Chegamos a um era que, mais do que viabilizar melhorias, digitalizar processos é sobreviver.

Desde processos burocráticos internos ao relacionamento com cliente pode ser otimizado com ferramentas digitais corretas. Porém, engana-se quem supõe que a transformação digital envolve apenas sistemas, softwares e assuntos relacionados à Tecnologia da Informação (TI). A transformação digital também envolve cultura empresarial e exige que todos os colaboradores estejam envolvidos e dispostos. Esta transformação está pautada em alguns pilares essenciais: digitalização, desmaterialização, desmonetização, democratização e disrupção.

Entretanto, entendemos que renunciar o passado e abrir mão de velhos hábitos pode ser desconfortável pois é um processo intenso. Por isso listamos os principais desafios enfrentados pelas empresas quando o assunto é transformação digital. Conhecê-los vai ajudar a enfrentá-los e abraçar de vez o presente e o futuro.

- Preconceitos e Paradigmas

Muitas empresas foram reduzidas e até eliminadas porque não acreditaram na revolução digital, acompanhando as ofertas de mercado e a demanda dos consumidores. Um exemplo muito explícito de quão prejudicial esta visão pode ser é notável quando analisamos o histórico das grandes locadoras de vídeo de tempos remotos e os atuais serviços de streaming.

-Gestão e Cultura Corporativa

Na antiga estrutura, o gestor é a figura principal, controlando e comandando, enquanto a equipe apenas executa. O novo modelo exige que o gestor seja um líder que inspire, para que haja compartilhamento, colaboração e troca de ideias entre todos. Cada departamento deve repensar suas métricas para alcançar o objetivo central. Caso a cultura corporativa não seja projetada para isso, a transformação digital não será concretizada com tanta eficácia. Seja transparente com a sua equipe e comunique seus objetivos e principalmente, quais são os caminhos para atingi-los.

- Experimentar e aprender rápido

Se você está seguindo por um novo caminho é importante que trabalhe com um planejamento menos engessado. As startups, por exemplo, não trabalham com Planejamentos Anuais - estes acabam virando uma armadilha, pois como não há como prever o que vem pela frente se você ainda está descobrindo qual o melhor caminho a seguir. Tenha uma estrutura preparada para realizar testes e aprenda com eles. Reconhecer e eliminar o que não funciona em seu estágio inicial é primordial.

- Mensurar resultados

Como mencionamos, a Transformação Digital não diz respeito unicamente a processos de melhoria em TI - ela deve otimizar o negócio como um todo. Analise quais são as necessidades da sua empresa e trabalhe com base nos KPIs (Key Perfomance Indicator ou Indicador chave de Desempenho) específicos do seu negócio, como redução de custos, vendas, satisfação do cliente e tantos outros para obter vantagens competitivas no mercado. Esta análise é primordial para a sua sobrevivência.

A automação de processos pode ser uma grande aliada aos seus negócios. Permitirá você construir um banco de dados mais assertivo e ampliar a utilização deste banco de dados é fator competitivo no mercado. Muito mais do que tendência, a transformação digital é o caminho. Traz mais agilidade para os negócios, aumenta a produtividade e competitividade, atém de reduzir custos, melhorar a satisfação dos clientes, abrindo portas para novos negócios, promovendo também a inovação.

Atente-se! A transformação digital é uma realidade nos quatro cantos do mundo. Não fique ultrapassado, repense os seus processos e encontre um parceiro confiável para aplicar as mudanças necessárias.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

A importância dos dados para o varejo

A tecnologia é uma ótima aliada para o varejo e pode trazer inúmeros benefícios aos seus negócios

A capacidade de prever tendências de consumo é o desejo de todo varejista. Perante informações que ajudem precisamente na tomada de decisões é possível seguir caminhos mais assertivos, desde a escolha do produto à forma de anunciá-lo. Esse universo de previsões e prognósticos não é mais tão futurístico quanto imaginamos e já está inserido em nosso cotidiano há alguns anos. Trata-se do Big Data - termo ganhou força a partir dos anos 2000, engloba o grande volume de dados armazenados pelas empresas, diariamente.

Toda atividade comercial gera (ou deveria gerar) muitas informações sobre a sua operação: cadastros de clientes, relatórios de vendas, e-mails de SAC, todas as ações de marketing já realizadas e demonstrativos de resultados, por exemplo. Manualmente é impossível tabular e cruzar todas estas informações para análises e insights.

O novo cenário mobile no qual estamos inseridos gerou novos comportamentos de consumo, exigindo muito mais dos varejistas. É preciso acompanhar a tendência e o varejista que não organiza seus dados de desempenho está perdendo tempo e dinheiro. Porém, a importância do Big Data para o varejo vai atém de coletar grandes quantidades de dados. É preciso saber o que fazer com eles. Através da análise científica e estratégica é possível:

- Reduzir Custos

- Otimizar Preços

- Antecipar demandas

- Atrair novos clientes

- Prever tendências de Consumo

Os benefícios são inúmeros e não param por aí. O Big Data veio para ficar e está moldando totalmente a maneira que consumimos e principalmente as operações do varejo, indústria e serviços. Não fique para trás, atualize-se saia na frente da sua concorrência!

Quer atrair mais consumidores para o seu negócio? Entre em contato com a Kameleon Comunicação. Nosso time está apto para te ajudar a implantar um Plano de Marketing eficaz! !

Entre em contato, venha tomar um café conosco!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

3 razões para anunciar no Google Ads

Se o nosso hábito de pesquisar por algo mudou, então você deve mudar a sua forma de anunciar!

Já tem alguns anos que o nosso hábito de pesquisa mudou drasticamente. Você consegue se imaginar procurando alguma coisa, hoje em dia, sem usar o Google? Como empresa ou indivíduo que possui algum canal de comunicação online você tem duas maneiras de aparecer como resultado de buscas na internet: organicamente ou através de anúncios do buscador - no caso utilizando o Google Ads.

Para aparecer organicamente você precisa adotar, dentro do seu site, uma estratégia de SEO perene e bastante coerente com a sua marca. É fundamental enfatizar que os seus concorrentes também procuram ser vistos e também adotarão (ou já adotam) táticas de Marketing Digital para se destacarem.

Para se sobressair no universo online não basta ter a melhor marca, ou o melhor preço ou o produto mais inovador. Você vai precisar investir tanto na produção de conteúdo, como em anúncios. Mas mais do que isso, a gestão e otimização destes anúncios é essencial.

A competitividade na internet é muito acirrada, por isso destacamos 3 razões para você anunciar no Google:

1. Reconhecimento de Marca

Ao utilizar a rede de anúncios do Google, o seu anúncio aparecerá para o cliente que está buscando algo que você tem, ou seja, você aparecerá diretamente para o seu público-alvo. O Google Ads permite que você segmente seu público de muitas maneiras, por dados demográficos e geográficos e por palavras-chave, é claro. Boas estratégias colaborarão para que a sua marca ganhe mais reconhecimento perante o mercado, o que pode influenciar no seu market-share e consequentemente no seu faturamento.

2. Otimização de Investimentos

O Google Adwords é um mídia mais barata do que outros veículos de comunicação, como TV, Rádio e até mesmo portais de notícias online. Há uma flexibilidade muito vantajosa dentro da plataforma: você tem um controle total do valor investido, definindo orçamento mensal, frequência e quais campanhas quer investir. Além disso, você pode escolher qual ação ativará a cobrança do seu investimento (clique ou impressão, por exemplo, dependendo da plataforma do anúncio, que pode ser Rede de Pesquisa, Rede De Display, Youtube ou Google Shopping).

3. Avaliação de Resultados

O relatório de dados que o Google fornece para as campanhas que você veicula é um universo à parte. As análises que podem ser retiradas destes dados embasam melhorias para as campanhas veiculadas e proporcionam insights para planos de ação. Estes dados, combinados com os dados do Google Analytics (dados sobre a navegação do seu site), podem te auxiliar a definir estratégias da sua empresa, otimizando ainda mais os seus investimentos, gerando ainda mais reconhecimento de marca.

Para obter resultados eficazes em campanhas no Google é imprescindível contar uma equipe especializada, dedicada aos conhecimentos específicos que este tipo de publicidade demanda. Por isso, conte com quem atua no mercado há mais de 7 anos - conte com a Kameleon Comunicação.

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Se você quer entender um pouco mais sobre Marketing Digital de maneira descomplicada, navegue por nossos posts recentes:

- Google Analytics - O que é e a sua Importância

- Inbound Marketing - O que é

- As ciladas do Marketing Digital

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Por que investir em uma agência de Publicidade?

É preciso quebrar velhos paradigmas e entender todas as vantagens que você adquire ao contratar uma Agência de Publicidade e Propaganda.

Estamos em 2019 e muitas empresas ainda se questionam se é importante e viável investir em uma Agência de Publicidade. Ainda existe crenças e alguns preconceitos de que uma Agência pode custar muito caro, não trazer retorno e que o trabalho pode ser feito internamente. Indo na contramão a todos estes paradigmas, apresentamos cinco razões pelas quais você deve optar sim, em contratar uma Agência de Publicidade para cuidar do plano de Comunicação da sua empresa.

1. Comunicação não é gasto, é investimento

Investir na comunicação da sua empresa é investir no conjunto de ações atreladas ao posicionamento, propósito e valores da sua marca. Conceitualmente hoje este conjunto de ações é denominado de Branding. O objetivo deste conjunto de ações é criar e despertar conexões conscientes e inconscientes no consumidor, criando valores intangíveis para a sua marca. Este valor intangível é chamado de Brand Equity. O Brand Equity é um patrimônio da empresa e estabelece valores da marca em moeda corrente, tornando-se então um importante ativo intangível de valor financeiro para a empresa. O Brand Equity pode, por exemplo, definir um preço quando a marca for vendida, pode ser um ativo a ser gerido, possibilitar a fixação de um preço premium, entre outros. Ou seja, por estes e muitos outros motivos que ainda vamos listar, o valor aplicado em uma Agência de Publicidade nunca é um gasto, é um investimento.

2. Redução de Custos e Foco

Economize com despesas trabalhistas contratando uma agência de Publicidade ao invés de manter um funcionário no quadro. A agência te suportará com um time completo de profissionais de todas as áreas. Muitas empresas também acabam comprometendo algum outro colaborador não especializado com as funções de Marketing para suprir (superficialmente) a demanda de comunicação. Ao contratar a Agência você desafoga este colaborador, que pode manter o foco na sua atividade principal.

3. Mão de obra especializada

Os profissionais de Publicidade e Propaganda estão aptos para te entregar um plano de Comunicação completo, indicando a melhor maneira de investir: tom de comunicação, cores, diagramação de peças, quais peças devem ser produzidas, onde devem ser veiculadas e em quais canais a sua empresa deve estar presente. Apenas a expertise de profissionais da área de Comunicação podem embasar planos eficazes. Estamos em uma era que não é mais aceitável o achismo, há ferramentas e estudos que direcionam caminhos. Nem sempre (e na maioria dos casos), o que você, como empresário, acha, gosta e acredita está de acordo com o que o seu cliente busca e espera da sua marca.

4. Conceito e Padronização

Para construir uma marca de valor forte ou fazer a manutenção de uma marca já existe é necessário conceituar e padronizar a comunicação de acordo com a Persona. Novamente, não há mais espaço para o achismo e adequar à linguagem ao público é fundamental para atingir resultados positivos com a comunicação. Os profissionais da agência estão aptos a entregar estas premissas.

5. Mensuração de Resultados

Uma das principais vantagens de ter uma Agência cuidando dos seus investimentos em Marketing é poder mensurá-los. Os profissionais de uma agência contam com expertise e ferramentas que permitem gerar relatórios e efetuar análises sobre o desempenho das ações realizadas. Com os índices registrados, você pode trabalhar em cima de metas e compará-las à evolução das vendas, atuando junto ao time comercial.

Pense à respeito de todas as vantagens listadas e compare ao seu cenário atual. Coloque todos os prós e contras no papel. Quando chegar à uma conclusão, já sabe qual Agência procurar. Somos credenciados pelo CENP e estamos esperando você para um café servido junto à boas ideias! Vem pra Kameleon Comunicação!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Saiba como usar o WhatsApp no seu Negócio

Investir na maior Rede Social do Brasil pode ser muito vantajoso para os seus negócios!

O futuro das Redes Sociais no Brasil está na Conversação. Esta tendência é ditada pelos dados, que apontam que a Rede Social mais utilizada no Brasil é o WhatsApp, seguida pelo Messenger.

De olho na potência do WhatsApp, os pequenos empreendedores investem fortemente na ferramenta para construir um relacionamento mais perene e direto com os seus consumidores. Segundo uma pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o SEBRAE, 72% das pequenas e micro empresas usam o WhatsApp para divulgar produtos e serviços e também para relacionamento. O principal uso é para disponibilizar informações ou produtos, seguido pelo atendimento online e vendas, que representam 43% do uso deste serviço.

Há muitas vantagens para quem utiliza a ferramenta como canal de contato com os seus clientes. O WhatsApp torna o atendimento bastante pessoal, eliminando informações indesejadas, diferentemente de outras Redes Sociais. Além disso, a rapidez no contato e a possibilidade de enviar fotos e vídeos para que os clientes visualizem suas mercadorias atuam como facilitadores de vendas.

Os desenvolvedores da ferramenta disponibilizam uma ferramenta exclusiva para quem usa o WhatsApp com essa finalidade. O WhatsApp Business possibilita adicionar informações como apresentação do negócio, site oficial, e-mail e até horário de funcionamento. A versão “Negócios” do WhatsApp é gratuita, disponível apenas para Android e é de fácil utilização. Para instalar e configurar, basta acessar: https://www.whatsapp.com/business/?lang=pt_br. Importante: o seu cliente não precisa ter o WhatsApp Business instalado, apenas você.

Se você pretende adotar esta prática na sua empresa, separamos para você algumas dicas valiosas. Aposte no WhatsApp Business e bons negócios!

1. Número Exclusivo

Não utilize seu número pessoal ou número de funcionários. Mantenha um número de contato empresarial exclusivo. O WhatsApp também facilita a vida do consumidor porque ele também pode economizar com ligações telefônicas. É benéfico para ambos - cliente e empresa.

2. Divulgue

Utilize todos os outros meios de comunicação (materiais impressos, Facebook, Instagram, etc) para divulgar o seu número de WhatsApp. Diferentemente de outras Redes Sociais, o seu consumidor não consegue fazer uma busca do seu número dentro do aplicativo, por isso, divulgar amplamente o seu número é fundamental.

3. Equipe

O atendimento via WhatsApp precisa ser feito em tempo real, por isso é importante disponibilizar alguém da equipe para estar disponível no horário divulgado, evitando assim, falhas de atendimento e não comprometer a imagem da sua empresa.

4. Criatividade

Busque não ser invasivo nas suas Campanhas via WhatsApp, mas é válido tentar obter engajamento. O tratamento mais pessoal permite conhecer melhor o seu consumidor e desta maneira você pode aproveitar oportunidades para ser bem mais direto nas suas vendas.

5. Fidelidade

O WhatsApp é uma ótima ferramenta para construir uma relação perene com o cliente. Esteja sempre disponível para dúvidas, comunique suas novidades, enviando fotos e vídeos também. Mas novamente, a dica é não ser invasivo e praticar “spam” na Rede - agindo desta forma, você evita ser bloqueado e não corre o risco de perder o contato.

6. Contatos

Um smartphone está sujeito a quebras ou furtos, mesmo sendo da empresa. Para evitar perder seus contatos, organize os seus contatos não só na agenda do aparelho, mas também em uma planilha do Excel. Busque segmentá-la e alimentar com mais dados, como data de aniversário, preferência de compras, procedência do contato. O contrário também é válido. Se já tiver uma base de clientes, inclua-os nas suas listas de transmissão via WhatsApp também, quando houver abertura.

7. Linguagem

Ao se comunicar via WhatsApp, mantenha o mesmo tipo de linguagem que você costuma seguir com os seus consumidores. Se pessoalmente sua empresa adota um tom mais informal de comunicação, no WhatsApp você também pode ser informal. E o contrário também se aplica. Cuidado ao utilizar muitas respostas prontas.

8. Status

Assim como o Facebook e o Instagram, o WhatsApp possui a função “Status”, onde videos e fotos ficam disponíveis por 24h. Utilize o recurso para divulgar ofertas e novidades.

9. Relatórios

Uma vantagem muito importante do WhatsApp Business é que o perfil empresarial oferece estatísticas sobre as interações, número de mensagens enviadas, recebidas e lidas. Importante para medir o retorno das suas ações, avaliar atendimento e projetar ações futuras.

Investir em Comunicação é vital para a saúde dos seus negócios. Ficou em dúvida ou sente dificuldades de implantar uma área de atendimento eficaz na sua empresa? Entre em contato conosco, os profissionais da Kameleon Comunicação podem te ajudar a implantar o uso de Redes Sociais nos seus negócios. Te aguardamos para um café!

Entre em contato, venha tomar um café conosco!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Valorize o consumidor

Antes de oferecer Promoções mirabolantes ao Consumidor, lembre-se: é preciso dar prioridade aos Direitos dele.

Dia 15 de março comemora-se mundialmente o Dia do Consumidor. A data foi estabelecida no ano de 1962 em homenagem ao então presidente norte-americano John F. Kennedy, em virtude de uma mensagem enviada por ele ao Congresso, defendendo os direitos do consumidor, dentre eles o direito à segurança, à informação e escolha e o direito de ser ouvido. No Brasil, o Direito do Consumidor surgiu de forma consolidada em 1991, quando entrou em vigor a Lei nº 8.078/90, que é mais conhecida como Código de Defesa do Consumidor. Ela protege o cidadão que faz qualquer compra ou contrata qualquer tipo de serviço.

Atualmente muitos empresários aproveitam-se da data mundialmente conhecida para criar Promoções, Sorteios e Vantagens para o seus Consumidores. Porém ressaltamos, mais uma vez que antes de cativar o seu cliente através de Campanhas Publicitárias criativas e atraentes você precisa primeiramente respeitar todos os seus direitos e valorizar cada vez mais o relacionamento individual. Você deve seguir a Lei e implantar alguns costumes básicos para evitar contratempos e mal-entendidos com o seu público, veja:

1. Disponibilize o Código de Defesa do Consumidor

É lei em todo o território nacional. Todos os estabelecimentos comerciais do país são obrigados a manter, para consulta dos clientes, pelo menos um exemplar do Código de Defesa do Consumidor. Você ainda deve fixar em local visível uma placa com a seguinte informação: "Este estabelecimento possui exemplar do Código de Defesa do Consumidor, Lei nº8.078, de 11 de setembro de 1990, disponível para consulta." O descumprimento da norma resultará em multa. Atente-se.

2. Comunicação clara e objetiva

Forneça sempre informações claras e objetivas sobre todos os seus produtos, serviços e promoções oferecidos e ofertados. a Comunicação clara respalda tanto você como o seu cliente de futuras reclamações. Sempre que possível, além de deixar documentado através de manuais, contratos e regulamentos, tire as dúvidas dos consumidores no momento da venda. É muito comum, por exemplo, clientes reclamarem de trocas de produtos adquiridos durante períodos promocionais ou troca por uso incorreto do produto ou serviço. Deixe todas as informações, condições de uso e de troca sempre muito claro e em evidência. Lembre-se: sorteios e promoções do tipo “Compre e Ganhe” devem ser ativados apenas quando regulamentados através do órgão responsável que é a Caixa Econômica Federal.

3. Canais de Atendimento e Relacionamento

Ofereça, pelo menos 3 canais de comunicação para que o seu cliente entre em contato com você e fique atento aos prazos de retorno às demandas dos clientes. Cada vez mais este retorno precisa ser imediato. Saiba ouvir a dúvida e a reclamação do seu cliente e aproveite o momento para estreitar relacionamentos.

4. Atendimento Flexível

Nem sempre o cliente tem a razão mas nem por isso você irá tratá-lo de maneira indelicada. A equipe de atendimento precisa ser flexível e cortês, mesmo nestes casos.

Neste post, do Blog da Kameleon damos dicas sobre como lidar com clientes difíceis. Vale a pena a leitura.

5. Segurança de Dados

Os dados que o seu cliente fornece para cadastro não podem ser vendidos, emprestados ou fornecidos para terceiros. Na União Européia já está em vigor o Regulamento Geral de Proteção de Dados (General Data Protecion Regulation ou GDPR) e inspirada na GDPR já foi sancionada no Brasil a Lei Geral de Proteção de Dados, que dispõe sobre o tratamento de dados pessoais, inclusive nos meios digitais, por pessoa natural ou por pessoa jurídica de direito público ou privado, com o objetivo de proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade e o livre desenvolvimento da personalidade da pessoa natural. A punição pelo descumprimento da lei geral de proteção de dados vai depender da gravidade da situação, indo desde advertências até multa equivalente a 2% do seu faturamento, limitada ao valor máximo de R$50.000.000,00 (cinquenta milhões de reais). Atente-se: não forneça e não compre dados pessoais.

Valorizar o consumidor é premissa básica para a construção de uma marca sólida. Estar de acordo com as leis e regulamentações vigentes é fundamental para você alcançar solidez no seu empreendimento!

Quer atrair mais consumidores para o seu negócio? Entre em contato com a Kameleon Comunicação. Nosso time está apto para te ajudar a implantar um Plano de Marketing eficaz!

Entre em contato, venha tomar um café conosco!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

5 tópicos que você precisa saber antes de abrir uma empresa

Você deve persistir sim, no sonho de empreender. Mas algumas análises devem ser ponderadas antes de tirar seus planos do papel

De acordo com o Global Entrepreneurship Monitor (GEM), o Brasil já é considerado o país mais empreendedor do mundo. Os dados são bastante animadores para quem sonha abrir uma empresa ou start-up. Porém, é sempre conveniente lembrar que ser dono do próprio negócio exige planejamento e atenção aos detalhes, que podem ser cruciais para a solidez do seu empreendimento, veja:

1. Perfil Empreendedor

O autoconhecimento é o primeiro passo para decidir se você deve ou não lançar mão da carteira de trabalho e tornar-se empreendedor. Pondere sobre suas habilidades de liderança, negociação, tomada de decisões. Resumidamente, analise suas respostas para estas quatro perguntas:

a) Realmente identifiquei uma oportunidade de negócio?

b) Quão confortável me sinto assumindo riscos?

c) Sei tomar decisões?

d) Qual minha disponibilidade em assumir inúmeras responsabilidades?

Análises comportamentais são fundamentais para evitar frustrações futuras.

2. A escolha dos Sócios

Avalie as necessidades de capital humano, social e financeiro para identificar a necessidade de contar com um ou mais sócios no seu negócio. A seleção deve ser bem criteriosa, avaliando todos os aspectos do perfil de cada candidato.

3. Burocracia

Abrir um empreendimento exige uma série de etapas burocráticas, que se negligenciadas podem causa transtornos futuros. Desde o Registro de Pessoa Jurídica, Alvará de Funcionamento e Registro da Marca demandam conhecimento e tempo, por isso é bom considerar investir em um profissional ou empresa de Contabilidade, que também poderá te auxiliar a criar metas financeiras e entender o tipo de tributação mais adequada ao seu negócio.

4. Plano de Negócios e Reserva de Capital

Boas ideias são apenas boas ideias quando não bem direcionadas. Conheça bem o setor que está investido, faça o maior número possível de análises de mercado e certifique-se que o empreendimento é viável. Planos de negócios bem estruturados são capazes de avaliar as condições que a empresa terá, desde o valor investido até a margem de lucro do produto. Muitos especialistas recomendam incluir no plano de negócios os seus custos pessoais, assim você pode analisar se é possível custear as duas coisas. O fundo de reserva também é um importante item que deve ser considerado, evitando sobressaltos ao se deparar com situações inesperadas.

5. Ajuda

Abrir um negócio exigirá habilidades em delegar funções. Acredite, é impossível fazer tudo sozinho. A escolha correta da equipe é fundamental para construir um relacionamento de confiança, para que você possa abrir mão das funções operacionais.

No momento de definir seu plano de negócios você precisará incluir uma Agência de Publicidade, para desenvolvimento de Marca (branding) e lançamento do seu empreendimento no mercado. Os profissionais da Kameleon Comunicação poderão orientar você sobre investimentos em Marketing, para que você tenha resultados eficazes.

Entre em contato, venha tomar um café conosco!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

10 erros comuns no atendimento ao cliente

Identificar erros no processo de atenimento é imprescindível e auxilia nos planos de ação para garantir excelência ao cliente.

Como sabemos, é natural do ser humano reclamar de algo. É muito mais fácil para nós, reclamarmos do que elogiarmos algo e todo mundo com certeza já passou por uma experiência negativa com alguma marca, principalmente no que tange a área de atendimento.

Estar atento às necessidades do consumidor e dar total suporte à área de atendimento é fundamental para a manutenção da sua marca. Uma única crítica negativa tem muito mais impacto do que dez elogios, por exemplo. A seguir, listamos os os principais erros cometidos no atendimento ao consumidor. Atente-se, corrija as falhas e busque sempre manter sua equipe atenta e motivada a oferecer o melhor atendimento aos seus clientes:

1. Canais de Comunicação

Ofereça, pelo menos 3 canais de comunicação para que o seu cliente entre em contato com você. Telefone, e-mail e chat são os mais utilizados. Recentemente, o WhatsApp destaca-se pela praticidade e proximidade com os consumidores. Considere esta opção também!

2. Pós-venda

Engana-se muito quem ignora o pós-venda. Prestar total suporte no pós-venda é fundamental para construção da sua marca. Busque sempre oferecer soluções aos problemas que os consumidores relatam após a aquisição do produto ou serviço. Conquistar um novo cliente é muito mais caro do que fidelizar um. Um cliente fiel e satisfeito pode propagar positivamente sua marca, sem custo para você. Já um cliente insatisfeito impactará negativamente um número maior de pessoas, desmoralizando a sua imagem.

3. Tecnologia e Burocracia

Sistemas defasados de atendimento prejudicam o seu relacionamento com o consumidor. Invista em um sistema de CRM qualificado, que permita acessos rápidos e análises de históricos de atendimento. Evite impasses para que o atendimento seja breve. Tente encurtar as etapas e protocolos da melhor maneira possível para o consumidor. A burocracia pode desgastar (e muito) a paciência do seu consumidor, que busca por soluções rápidas.

4. Tratamento Personalizado e Feedback

Padronizar o pós-venda não é indicado. Quanto mais souber sobre o seu consumidor e aproximar o atendimento, atento às devidas limitações, melhor. Essa proximidade pode ser bastante benéfica. Esteja atento também para ouvir o que o seu cliente tem a falar - esses dados são importantíssimos para as tomadas de decisões futuras da empresa.

5. Paciência

Oriente a sua equipe a ser paciente nas respostas. Insultar ou afrontar o seu cliente gerará uma reação negativa. Por mais que haja falta de educação do outro lado, sua equipe precisa ser paciente. Neste artigo, damos dicas de como enfrentar “Clientes difíceis”.

6. Equipe

Sua equipe precisa estar preparada para todo tipo de demanda no atendimento de pós-venda. Treinamentos e incentivos constantes são ótimas maneiras de manter a equipe engajada para o propósito da empresa. Habilite-os para oferecer soluções rápidas e em tempo real, para não acumular problemas.

7. Avaliação

Peça para o seu cliente avaliar a empresa. Implante pesquisas de satisfação. Se o seu sistema de CRM for eficiente, busque os relatórios mensalmente, para que você possa ter insights e traçar planos de ações para melhoria no atendimento e mais, como evitar que os problemas aconteçam. O sistema de dados é hoje, a ferramenta mais valiosa que uma empresa pode ter.

8. Respostas secas e prontas

Nada pior para um cliente do que ouvir a frase: "E o que mais?" Parece que o vendedor quer se ver o mais rápido possível do cliente. Converse, ouça e interaja com o cliente. Dê reforços positivos sobre a compra dele.

9. Rotatividade

A falta de valorização da equipe provoca uma rotatividade muito grande, causando enormes transtornos para a empresa, como por exemplo, novos treinamentos, falta de confiança do cliente externo.

10. Benchmarking

Avaliar como a concorrência atua e se espelhar em grandes empresas é uma estratégia bastante eficaz, pois podemos aprender bastante. Analise quais são os aspectos que levam ao sucesso para manter um cliente satisfeito e fidelizado e aplique isso, adaptada, é claro, para a realidade da sua empresa.

Estar atento aos padrões mínimos de um bom atendimento pós-venda deve fazer parte do seu planejamento de comunicação. A saúde vital da sua marca depende muito da eficácia do tipo de tratamento que você oferece ao seu cliente após a aquisição do seu produto ou serviço. O pós-venda é o principal termômetro para avaliar a sua credibilidade perante os consumidores.

Caso esteja enfrentando alguma dificuldade para estruturar o seu atendimento, conte com a equipe da Kameleon Comunicação. Nossa equipe tem expertise nesta área e poderá te auxiliar a prestar o melhor atendimento para os seus consumidores!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

As 5 melhores estratégias de marketing

A necessidade de tornar sua empresa conhecida ou fixar a marca entre os consumidores justifica a relevância dos investimentos em marketing

No topo das prioridades orçamentárias das empresas, geralmente o Marketing permeia com pouca ou nenhuma importância, sendo o primeiro departamento a sofrer cortes quando há necessidade de redução de custos. O fato é que, sem um investimento permanente em Marketing, a chances de êxito de uma marca podem ser muito menores. Na dúvida, reserve entre 5 e 10% do seu orçamento para os investimentos em Marketing. A margem varia de acordo com o seu faturamento e os seus objetivos a serem alcançados.

Se você concorda que o investimento em Marketing deve ser considerado como estratégia de crescimento e manutenção da sua marca mas não sabe por onde começar, vale se atentar aos objetivos que deseja alcançar para estruturar o seu planejamento da maneira mais eficaz possível. A seguir, dicas das 5 melhores estratégias de Marketing para você alicerçar seus investimentos:

1. Fixação da Marca x Comunicação Visual

Esteja presente na mente do seu consumidor quando ele optar em consumir. Para tal, é importante criar memória na consciência do público alvo e a Comunicação Visual é uma grande aliada quando o objetivo é fixar a marca. Invista em um material robusto e consistente com o propósito da sua empresa. A Comunicação Visual engloba desde o material básico de papelaria até as mais criativas peças de visual merchandising para o seu showroom ou ponto de venda.

2. Apoio à Venda x Mídia

O seus diferenciais e valores precisam ser comunicados ao seu cliente, para que atuem como fatores decisórios no momento de decisão de compra. Para isso, o investimento em mídia é essencial. O tipo de investimento - se offline ou online, dependerá da sua atuação e de onde o seu consumidor pode ser impactado com o melhor custo benefício. O ideal é ter um investimento em mídia perene e sempre aliar estratégias online e offline.

3. Marketing Cooperado x Exposição de Marca

Expor a sua marca em outro estabelecimento, que divide o mesmo tipo de cliente que você é uma excelente estratégia e o Marketing Cooperado tem se mostrado cada vez mais eficaz. Busque estes concorrentes indiretos, firme parcerias, ofereça vantagens e descontos. A simples divulgação da sua marca nestes locais tem um potencial de vendas bastante significativo.

4. Marketing Digital

Não há mais como fugir do Marketing Digital. Estar presente no universo online hoje em dia é mais do que necessidade, tornou-se uma premissa básica de comunicação. Ter um site com um blog atualizado, fazer disparos de e-mail marketing e atuar nas Redes Sociais onde seu público-alvo está presente, são essenciais para o sucesso da sua marca. Além disso, o seu relacionamento com o cliente pode se fortalecer através dos canais digitais. Aposte, invista!

5. Ações não convencionais

Para criar memórias positivas e até afetivas na mente do seu consumidor é preciso superar expectativas e nada melhor do que ações não convencionais para surpreender seu público. Ofereça novas experiências, aproximando o cliente da sua marca. O intuito não é a venda direta e sim a construção do relacionamento marca x consumidor, gerando advogados da sua marca. Conteúdos diversificados como vídeos virais por exemplo e ações sustentáveis, que promovam benefícios à comunidade, podem ser grandes porta-vozes da sua marca.

Agora que você já conhece as melhores estratégias de Marketing para iniciar o seu planejamento de Comunicação, opte por contar com uma Agência de Comunicação com profissionais especializados e capacitados a oferecer as melhores soluções de acordo com o seu negócio. Entre em contato, venha tomar um café conosco!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn