Redação Publicitária

Quando falamos em publicidade, grande parte da população considera apenas o design, os efeitos visuais como principais impactantes em uma campanha e responsáveis por gerar resultados. Engana-se muito quem apenas enxerga apenas esta parte do processo.

Uma boa campanha publicitária é como um bom jogo de xadrez: há muita estratégia por trás dos movimentos apresentados e a redação publicitária é um dos principais alicerces em uma campanha. O ponto de partida é a definição do público-alvo, determinado através de pesquisas, para que se crie o conceito que direcione o processo criativo e fundamentalmente qual o melhor estilo linguístico a ser seguido, para que esteja adequado ao contexto da mensagem que pretende ser enviada e consiga atingir corretamente o receptor, respeitando meio em qual foi inserido.

Um bom trabalho de redação publicitária traz textos sucintos e envolventes, desperta interesse e empatia do público-alvo e, de maneira indireta, é persuasiva.

A função de um designer em publicidade também é fundamental, mas precisa estar atrelado à um bom texto. Um não sobrevive sem o outro.

Com tantas facilidades do mundo online que dispomos atualmente, desenvolver campanhas e layouts, estar presente em diversas plataformas e comprar mídia ficou muito mais acessível, porém, apenas profissionais devidamente capacitados conseguem obter resultados relevantes e assim agregar conhecimento de marca para o seu negócio.

O time da Kameleon Comunicação conta com uma equipe qualificada, apta a desenvolver campanhas de comunicação que se encaixam no seu tipo de negócio. Saia na frente da concorrência e esteja ainda mais próximo ao seu cliente!

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Cliente Oculto

É possível saber qual a mensagem que os seus neógócios estão transmitindo ao mercado?

Já teve curiosidade em saber o que o seu cliente realmente pensa a respeito da sua marca, sem interferências na avaliação? E se nós constarmos para você que é possível saber, de maneira imparcial, a opinião do público sobre o seu negócio, você acreditaria? Este tipo de teste pode ser feito através de uma pesquisa, conhecida como “Cliente Oculto”.

Quem ainda não conhece o método, deveria conhecer pois as análises feitas sob uma perspectiva totalmente neutra, de ambas as partes, tanto avaliador como avaliado são as mais realistas possíveis, fiéis a realidade do dia-a-dia e esse tipo de informação é fundamental para melhorar e aperfeiçoar diversos aspectos dentro da sua empresa.

O cliente oculto, como o próprio nome já diz, é uma pesquisa realizada através de uma pessoa contratada, que irá simular uma visita/ compra ao seu estabelecimento e irá avaliar determinados aspectos que podem ser definidos por você: como atendimento, postura do atendente/ ambiente/ qualidade do produto/ qualidade do serviço, enfim, as questões levantadas podem ser inúmeras, de acordo com o seu segmento e o que você deseja que seja avaliado.

A visita é feita de maneira que se simule um atendimento real, mas sem que os envolvidos no processo saibam que estejam sendo avaliados. Este cliente oculto irá anotar posteriormente suas observações e entregará um relatório bem detalhado sobre a sua experiência como usuário.

A análise final é sempre surpreendente e você pode traçar metas para você e sua equipe após os levantamentos feitos nessa pesquisa. O ideal é repetir periodicamente o processo e sempre manter em sigilo absoluto que a empresa está sendo avaliada. A eficácia da avaliação depende crucialmente da discrição da visita. Quem está sendo avaliado, não pode saber quem é o cliente oculto (avaliador).

A Kameleon Comunicação tem expertise neste método de avaliação e pode ajudar a você a analisar pontos focais do seu negócio. Agende uma conversa conosco, será um prazer ajudar a alavancar os seus negócios!

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Personas: o que são?

Para ter resultados efetivamente positivos com as campanhas de Marketing, as empresas precisam atuar de maneira estratégica e é impossível obter retorno significativo caso não se conheça o público que se pretende atingir. Com o advento das Redes Sociais, a alta demanda de ofertas e a necessidade de se diferenciar da concorrência, é necessário colocar o consumidor no centro e criar uma identidade para a sua marca que seja realista e próxima do tipo de personalidade do seu público.

Para estreitar o caminho entre o que o seu público “consome” e o que você “vende” todo bom profissional de marketing ou empreendedor, deve criar uma persona. Mas afinal de contas, o que é uma persona?

A persona nada mais é do que um personagem fictício que simboliza o seu cliente ideal. É diferente do conceito de público-alvo, que abrange todo o segmento de mercado que consome a sua marca.

Para pensar em uma estratégia de conteúdo é fundamental criar uma persona e não só pensar em direcionar a comunicação ao público alvo em geral. A persona auxiliará você compreender melhor o que o seu cliente precisa, onde ele está e desta forma você poderá oferecer corretamente o seu produto/ serviço.

Exemplificando: Uma loja masculina de roupas que vende marcas relacionadas a esportes radicais como skate e bike. Seu público-alvo: homens, de 16 a 35 anos, classe média com renda média mensal de R$3.000,00, solteiros. A persona: Bruno, 22 anos, último ano da faculdade de Rádio e TV. Pretende fazer um intercâmbio ao término da faculdade. Mora em um centro urbano, anda de skate todos os finais de semana, é solteiro e adora viajar para as praias X, Y, Z e frequenta a lanchonete XPTO.

Munidos com as preferências desta persona, o marketing da loja de roupas pode pensar em ações que vão além de um anúncio nas universidades, ou nos centros onde se pratica o esporte, mas pode realizar campanhas casadas com os pontos onde persona costuma frequentar (clubes/ lanchonetes/ bares mais badalados da praia), utilizar influenciadores digitais e formadores de opinião que já atinjam esse público, nas redes que eles mais utilizam e desenhar tantas outras ações oportunas que irão surgir. O conteúdo dessa marca deve gerar empatia no Bruno: posts do Instagram feitos diretamente na Praia, ou em Campeonatos de esportes reconhecidos pelo público, enfim, há grandes possibilidades.

É comum que as empresas tenham mais de uma persona para os seus negócios, para não afunilar tanto o perfil consumidor mas é crucial que a sua comunicação esteja inserida no ambiente que a sua persona interage, que fale a mesma linguagem e que desperte necessidades de acordo com o seu universo.A sua marca precisa respirar o mesmo ar da sua persona e isso precisa ser feito de forma constante, perene e verdadeira. Não adianta tentar ser algo que você não é, pois na rede, tudo é facilmente desmascarado e suas vendas sofrerão as consequências.

Para que o trabalho de persona seja realmente eficaz, é preciso contar com uma agência de comunicação competente, que saiba desenhar corretamente a persona da sua marca.

A Kameleon Comunicação pode te orientar, traçar personas e estratégias de comunicação que atingem muito mais do que o seu público alvo. Vamos conversar?

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Pesquisa de Marketing

“Administrar bem um negócio é administrar seu futuro; e administrar seu futuro é administrar informações”.

A frase acima, dita há muitos anos atrás pelo então inovador publicitário Marion Harper Jr., não poderia ser mais atual.

O marketing moderno, depende mais do que nunca de informações para a tomada de decisões dentro das companhias. As tecnologias trabalham a nosso favor e hoje em dia é inaceitável limitar-se a previsões rotineiras, levantamentos de dados e análises ocasionais. Um bom planejamento estratégico, independente do tamanho do seu negócio, é traçado a partir de uma pesquisa coerente de marketing, com o intuito de mapear o cenário atual, mostrar onde se pode chegar e o mais importante: como chegar. Pense que o futuro não é para onde estamos nos direcionando e sim o lugar que estamos criando hoje.

De acordo com Kotler e Keller (2006), a pesquisa de marketing corresponde à elaboração, à coleta, à análise e à edição de relatórios sistemáticos de dados e descobertas relevantes sobre uma situação específica de marketing enfrentada pela empresa. Desta maneira, o primeiro passo importante para saber qual tipo de pesquisa de Marketing deve ser aplicada é definir claramente qual é o problema para que os resultados da pesquisa não sejam inúteis ou irrelevantes. Feito isso, os próximos passos são o projeto de pesquisa, o trabalho de campo, a análise de dados e a preparação de relatórios. Hoje em dia, em um mundo interligado pela tecnologia, existe um universo de informações, um imenso conjunto de dados armazenados sobre e tudo e sobre todos. A falta de informações que antes dificultavam trabalhos de pesquisa hoje temos sobrando, o que também dificulta o trabalho. Como usar tanta informação à favor dos negócios? É neste ponto que entram os departamentos de Inteligência de Mercado (Business Inteligence), instaurados diretamente nas companhias e empresas especializadas em pesquisas, que prestam consultoria, colhem, analisam dados e apresentam propostas de melhorias aos seus clientes.

Mas é claro que, localmente, em um negócio pequeno é possível aplicar técnicas de pesquisa em seus negócios, para checar dados como queda de vendas, comportamento do consumidor, eficácia da propaganda. Existem muitas ferramentas gratuitas para pesquisas e a internet oferece inúmeras informações sobre a economia local, global, tendências de consumo que você pode usar a seu favor. Com algum esforço também é possível aplicar uma pesquisa de Cliente Oculto e também solicitar que o seu cliente preencha uma breve pesquisa, tanto presencialmente como no ambiente online. Uma boa pesquisa de marketing poderá conectar melhor você ao seu cliente e a prática do plano de ação fará dos seus problemas uma oportunidade de crescimento.

O time de Marketing da Kameleon Comunicação tem profissionais capacitados que poderão analisar os seus negócios, orientando sobre quais caminhos devem ser seguidos. Venha tomar um café com a gente e surpreenda-se com novas possibilidades!

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Outbound Marketing

O Inbound Marketing mostrou que veio para ficar. Mas e o Outbound Marketing?

Agora que já estamos mais familiarizados com o termo “Inboud Marketing”, precisamos entender o que é afinal, o Outbound Marketing.

Enquanto o Inbound age “passivamente”, esperando ser buscado pelo cliente, o Outbound Marketing se comporta de maneira “ativa", prospectando diretamente os clientes. Trocando em miúdos, o Outbound Marketing é o Marketing tradicional, aliados às táticas disponibilizadas pela tecnologias de comunicação digital.

As principais ações de comunicação que se enquadram na estratégia de Outbound Marketing são: flyers, outdoors, malas direta, telemarketing, propagandas de TV e Rádio, SEO, Adwords, Facebook Ads,e-mail marketing, entre outras. Atingir uma grande massa de consumidores tem um custo mais alto do que atrair clientes específicos para o seu negócio, como no caso do Inbound Marketing mas a escolha de qual estratégia deve ser seguida - Inbound ou Outbound - depende de inúmeros fatores e deve ser pensada em conjunto: departamentos comercial, de marketing e agência de comunicação. É preciso levar em consideração os principais objetivos da companhia, ter em mãos pesquisas de mercado e saber exatamente quem são as “personas” que precisam ser impactadas. Nenhuma das duas táticas terá um bom retorno sobre o investimento (ROI) caso as estratégias não estejam de acordo com os objetivos estipulados e a campanha de comunicação seja falha ou pouco atraente para o público-alvo.

É possível ainda aliar as duas vertentes em campanhas específicas, quando a empresa tem perfil para aplicá-las ao mesmo tempo.

De qualquer maneira, a comunicação da sua empresa merece uma atenção especial, que deve ser feita por profissionais competentes e capacitados a analisar cenários e diagnosticar as estratégias mais eficazes para os seus negócios.

A Kameleon Comunicação tem um time completo e estamos dispostos a ajudar você a crescer. Vamos conversar?

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Inbound Marketing: o que é?

Você certamente já ouviu falar sobre Inboud Marketing, uma vez que este termo conquista cada vez mais espaço desde 2009, quando os autores Brian Halligan e Dharmesh Shah lançaram o livro “Inbound Marketing: seja encontrado usando o Google, a mídia social e os blogs”.

Basicamente, Inbound Marketing é um conjunto de estratégias de Marketing de Atração de clientes, que utiliza técnicas de Marketing de conteúdo e tecnologias de Automação de Marketing para conquistar e fidelizar público.

O raciocínio é básico e pode ser aplicado por empresas de diversos setores: através da geração de conteúdo é o cliente que vem até a marca e não ao contrário, como comumente é feito. E através do uso de ferramentas de automação de Marketing é construído o relacionamento com este potencial cliente.

Este tipo de tática de marketing acompanha as tendências comportamentais do consumidor, que hoje em dia lê mais e se informa mais sobre os produtos e serviços que irá consumir e geralmente usa a internet como fonte de pesquisa para o determinado assunto que esteja interessado. Por isso é válido, você como empresa, estar nas primeiras páginas de resultados dos principais buscadores online e que você se torne autoridade sobre o assunto que domina. Por exemplo: uma loja de roupas femininas precisa gerar conteúdo atual e autoral sobre tendências de moda em todas as suas plataformas que atua: site, landins page, e-book’s, blog, redes sociais, e-mail marketing. Gerando conteúdo interessante e estando nas primeiras páginas de pesquisa, atrairá pessoas que estejam interessadas naquele determinado tema. O relacionamento com este cliente será gerado através da automação de Marketing, sempre entrando em contato, oferecendo novos conteúdos e vantagens.

O inbound Marketing visa ganhar o interesse de potenciais consumidores e não comprá-los, como o Marketing tradicional. O caminho é converter internautas desconhecidos em leads (lead=potencial consumidor), o lead em cliente e o cliente em divulgador. A partir do momento que você entrega o conteúdo certo, na hora certa, a comunicação é eficaz porque você forneceu exatamente o conteúdo que o cliente buscava. No inbound marketing os leads são mais qualificados porque já são segmentados: procuram empresas que possam oferecer justamente o que ele está procurando e cabe a você estar no resultado de busca e principalmente atingir e superar as expectativas do cliente.

Agora que você já sabe para que serve o Inbound Marketing e como ele é importante, conte com a Kameleon Comunicação para desenvolver esta estratégia para sua empresa e conquiste novas fatias de mercado!

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

LinkedIn: Por que investir?

O LinkedIn mostra-se cada vez mais uma rede social muito forte. Acaba de atingir a marca de 29 milhões de usuários no Brasil, ocupando o terceiro lugar de número de usuários no mundo, que chega a 500 milhões.

Com esse considerável número de usuários, um dos principais erros que as empresas cometem é enxergar a rede apenas como uma oportunidade para network e fonte de informações de conteúdo para o segmento que atuam.

Assim como as demais redes sociais, o LinkedIn tem suas especificidades e nem sempre será a melhor opção de anúncio para a sua empresa, dependendo muito do mercado em que você atua, já que a maior rede social corporativa tem seu foco principal no segmento B2B e algumas áreas específicas de B2C.

Segundo dados da própria rede, em 2016 de cada 5 usuários, 4 eram responsáveis por tomada de decisões e gerenciamento do orçamento do negócio.

Portanto, o LinkedIn torna-se forte se o seu público alvo for composto por profissionais responsáveis por tomada de decisões nas companhias em que atuam. É muito mais indicado que o Facebook para prospecção de clientes e parceiros, gerando leads mais qualificados, pois ao preencher todo o currículo na rede, a segmentação é muito maior do que nas redes sociais e o acesso ocorre exclusivamente por pessoas que estão pensando em negócios, que estão procurando conteúdo relativos ao seu ramo de atuação e contatos para network e soluções profissionais. A prioridade não é entretenimento e nem socializar.

Por estar divulgando um conteúdo mais direcionado, gerará maior engajamento do público, ganhando mais reconhecimento e evidência. Este público está mais propenso a acessar, baixar e assistir o conteúdo que a sua empresa gera.

No LinkedIn, você conseguirá determinar detalhes como profissão, cargo e até o local exato que as pessoas trabalham, tendo a garantia de que as informações que ali constam sejam mais verídicas do que nas demais redes, atingindo um funil de vendas muito mais segmentado do que em outros lugares. Deve-se pensar então, em anúncios diretos, focados totalmente em conversão de vendas, oferecendo avaliações grátis, promoções, testes gratuitos e demais vantagens.

Uma das facilidades que a rede oferece é uma maior variedade de anúncios, podendo optar pelo formato que mais se encaixa ao perfil que você almeja atingir, desde conteúdo patrocinado, text e Display Ads, mensagens inbox, e até apresentações no Slideshare. O interessante é testar os formatos e analisar o que traz melhores resultados, obtidos pelas diversas e mais interessantes métricas de desempenho que você obterá dos seus investimentos nesta rede.

Além disso, uma das principais vantagens de se anunciar no LinkedIn é que nesta rede a concorrência é menos acirrada, uma vez que a rede ainda não está saturada de anúncios, como vemos acontecer em Facebook, Instagram e no próprio Google. Para facilitar a vida de quem pretende anunciar, o LinkedIn disponibiliza ainda, dois tipos de investimento: o custo por mil impressões (CPM) e o Custo por Clique (CPC), que no geral é mais barato, mas é preciso avaliar e estudar sempre qual caminho é o melhor. O ideal, para começar, é investir o valor mínimo em uma campanha (10 USD), mensurar resultados e testar aos poucos, para que fique dentro do resultado estimado para o seu negócio.

Os investimentos em redes sociais, de maneira geral dependem principalmente do seu público e antes de anunciar, seja no LinkedIn, seja em outras redes, é se questionar: onde está o meu público? Perante a resposta, é para lá que você deve ir.

Então, vamos investir no LinkedIn? Entre em contato com a Kameleon!

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Usando imagens para promover sua marca

Toda imagem transmite uma mensagem e de acordo com esta observação, Charles Sanders Peirce formulou uma teoria, a Semiótica - a ciência dos signos, que a ajuda a entender como uma imagem transmite mensagens.

Pelo princípio de Peirce, a interpretação de uma mesma imagem depende do repertório cultural e visual de cada indivíduo, além do fator sócio-cultural da sociedade em que ele está inserido.

Partindo deste análise superficial do estudo de Peirce é possível argumentarmos que na Publicidade, toda e qualquer imagem precisa ser muito bem pensada para que a comunicação atinja efetivamente o seu alvo.

Sem dizer uma palavra, diversos produtos e serviços são anunciados, graças ao apelo e impacto que uma fotografia pode gerar. Porém, para conseguir chegar a este efeito é preciso contar com fotógrafos profissionais, com experiência, que possuam bom equipamento e acima de tudo, domine todas as técnicas desta arte, que inclui o tratamento de imagens. Além disso, a definição de conceitos, referências e a pré-produção devem ser muito bem planejados por profissionais de comunicação para que a imagem possa promover a sua marca/ produto ou serviço de acordo com os objetivos traçados.

Cada vez mais é preciso pensar muito em uma imagem que será utilizada para representar você e a sua marca. Desde posts corriqueiros sobre seus produtos e serviços nas redes sociais da sua empresa até a sua imagem de perfil corporativa.

Para Peirce “um signo é aquilo que sob certo aspecto ou modo, representa algo para alguém.” A sua empresa representa de fato, aquilo deve representar, na mente do consumidor? Todo cuidado é pouco mas quando o trabalho é bem feito, o resultado é muito representativo.

O fotógrafo oficial da Kameleon Comunicação é o Lu Zanollo, com mais de uma década em experiência em fotografia e um dos principais nomes do ramo na cidade de São Carlos. Venha para a Kameleon, será um prazer ajudar você a agregar valor à imagem da sua empresa!

Fotos: Lu Zanollo para o Festival Gastronômico “Saia para Jantar”

Agência: Kameleon Comunicação

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

40 hábitos de Marketing: Parte IV

Chegamos ao último post com as dicas de Marketing. Acompanhe, coloque em prática e bons negócios!

Neste último post da série de dicas de Marketing do Camelão, entenda a importância de construir uma boa rede, ter diversas referências e atuar localmente. A construção de uma marca é feita de pequenos passos e atitudes, feitas diariamente e depende de manutenção, dedicação e inúmeros esforços. Não existem milagres, mas um bom planejamento de comunicação, feito com bons profissionais são essenciais para quem almeja sucesso. Confira o último post desta série de Marketing para o seu negócio.

31. Crie network com outros profissionais

Além de usar as redes sociais para se conectar com outros profissionais da sua área, esteja presente também em eventos de Associações locais e de categorias de classe. Seja participativo. Tenha referências para ser também uma referência. Construa sua rede na sua comunidade, participe de eventos, palestras, workshops, reuniões e amplie seus contatos.

32. Converse com outros empresários do mesmo setor que você. Tenha referências

Faça um network informal, entenda como aconteceram os cases de sucesso e insucesso. Aproveite eventos e feiras do seu setor para ter este contato pessoalmente. É sempre bom trocar ideias e dimensionar tendências de mercado.

33. Peça referências aos clientes

Seus clientes também são pessoas de opinião com vida própria (rs) e por estarem alinhados com o seu negócio (afinal é o seu público alvo), peça a eles referências e as estude. Por exemplo, se você tem um supermercado, pergunte ao seu cliente onde ele compra quando não está comprando no seu estabelecimento. Quais os produtos que ele prefere comprar em outro lugar. Novamente ouça seu cliente e faça pesquisas especializadas periodicamente.

34. Peça referências a famílias e amigos

Assim como os clientes podem te passar referências, familiares e amigos também podem ser boas fontes de conhecimento. Como estão fora do negócio, conseguem ter uma visão “fora da caixa, o que te auxiliará com novas ideias.

35. Apoie uma causa ou evento local

Kotler aponta que uma das tendências do Marketing 4.0 - atual era que vivemos, é que os consumidores estão optando por empresas responsáveis perante questões ambientais e sociais. Envolva-se em uma causa local que tenha relevância a seu negócio, mas envolva-se 100% com o projeto. Caso o consumidor duvide do seu engajamento, o tiro sairá pela culatra e sua imagem ficará muito ruim perante a sociedade.

36. Analise a concorrência, veja o que funciona e o que não funciona

Este trabalho de análise da concorrência é conhecido por Benchmark e deve ser inserido constantemente em sua agenda. Analise desde os concorrentes diretos como os grande players e inspire-se em suas ações e campanhas.

37. Peça para outras empresas promoverem o seu negócio

Parceria são sempre benéficas para todos os envolvidos. Ofereça descontos/ vantagens para funcionários de outras empresas e vice-versa. Faça ações casadas. Envolva-se mais com o mercado local. Isso ajuda e muito na divulgação da sua marca.

38. Escreva um press release

Caso não consiga ter uma Assessoria de Imprensa trabalhando para você, busque meios de se relacionar com a imprensa. Uma agência de marketing pode ajudar a fazer ações pontuais, como lançamentos e celebrações.

39. Trabalhe com fotografias profissionais

Seja para promover seus produtos ou serviços ou seja para promover a sua imagem pessoal. Contrate um fotógrafo profissional e propague na rede apenas imagens bem produzidas e editadas. Isso fará muita diferença, é clichê dizer mas uma imagem vale mais que mil palavras.

40. Mais importante: forneça valores todos os dias

No cérebro humano a compra é efetuada por fatores emotivos e não racionais. As pessoas não compram um batom vermelho pelo produto em si. Elas compram um batom vermelho pela sensação de autoestima que o batom lhe fornecerá. Por isso, sua marca precisa gerar valores constantemente e isso é sentido desde a embalagem do produto, uniforme da equipe, tom de voz da equipe, arquitetura do espaço, enfim, a lista de itens sensoriais é imensa. Procure estar atento a todas e trabalhe isso diariamente. Não finja ser quem você não é. Seja sempre transparente. Tenha um produto/ serviço de valor e a sua marca será devidamente valorizada.

Bonus!

Confie o trabalho à profissionais da Comunicação

Diferente das ciências exatas, o comportamento humano não depende de fórmulas prontas ou parâmetros pré-definidos e está em constante mudança. Alguns dos temas que apresentamos nestas dicas podem ser empregados a partir de esforços do próprio empreendedor. Porém, para que um bom plano de comunicação tenha eficácia, é preciso contar com uma agência que desenvolva as melhores alternativas, estratégias, planejamento e campanha para a sua empresa. Marketing não é um bicho de sete cabeças mas precisa sim, ser pensado por quem entende.

A Kameleon Comunicação tem um time de profissionais capacitados e dedicados que analisarão as suas necessidades e apresentarão os melhores caminhos a serem seguidos para alcançar seus objetivos. Venha tomar um café com a gente!

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

40 hábitos de Marketing: Parte III

Sutilezas podem fazer diferença no momento da decisão de compra do consumidor. Algumas ações podem parecer simples demais ou fora de uso, mas se bem aplicadas surtirão resultados maiores do que você imagina. Continue acompanhando as dicas do Camaleão para fortalecer seus negócios:

22. Ofereça descontos ou ofertas especiais

Segmente seus clientes e crie campanhas sazonais exclusivas - procure os que estão com baixa reincidência ou por algum motivo deixaram de comprar seus produtos ou contratar seus serviços, por exemplo e ofereça um mimo, convide para um café ou envie algum informativo apenas para relembrar que você está ali (o famoso “oi, sumido!). Aproveite as datas sazonais de liquidações e invista na divulgação. Mas sempre, em qualquer situação, ofereça vantagens reais, sempre. Os clientes são pessoas muito antenadas e se a sua promoção for enganosa ele irá descobrir e irá deixar de ser um consumidor e no pior dos cenários propagar negativamente a sua marca na rede.

23. Faça manutenção com os clientes que você já conquistou

Novamente uma lição de Kotler para termos em mente: “conquistar um novo cliente custa de 5 a 7 vezes mais que manter um atual”. Por isso leve em consideração todo o seu esforço para conquistar um novo cliente e jamais abandone a fidelização de nenhum deles. Só você sabe o quanto custou para conquistá-lo. Invista em atendimento e ações para a manutenção deste relacionamento tão precioso. Construa valores.

24. Ouça seus clientes

Muitos empreendedores pecam neste aspecto. Quando temos certa experiência em nossos negócios ou conhecimento teórico na área em que atuamos pensamos ser autoridade no assunto e deixamos de dar relevância aos nossos clientes. Não faça isso! Seu cliente é o motivo de você existir e se você não ouvir este feedback, em um determinado momento o seu cliente deixará de procurar você pois você deixará de oferecer o que atrai os consumidores. Mais importante de tudo: saiba ouvir. Tenha paciência. Saiba ouvir sem uma resposta já preparada para a situação, livre dos seus conceitos, preceitos e preconceitos. Esteja neutro enquanto ouve. Tenha empatia. Isso faz diferença para a vida!

25. Faça pesquisas

A velocidade com que a tecnologia, os negócios e o comportamento do consumidor muda é muito acelerada. Não estar atento às demandas é perder espaço no mercado. Faça periodicamente pesquisa com seus clientes e concorrentes. A partir desta pesquisa, trace uma boa análise SWOT. Trabalhe em cima das lições aprendidas com as análises.

26. Peça depoimentos

Peça para os clientes mais próximos e engajados com a sua empresa darem depoimentos. Publique (perante autorização) esses depoimentos em seu site, blog, redes sociais. É sempre bom ter uma opinião independente endossando a qualidade dos seus produtos e serviços, gerará valor perante demais consumidores.

27. Ofereça cortesias

Quem não gosta de ser mimado? Trabalhe datas sazonais de maneira delicada, ofereça mais do que descontos: ofereça cortesias - faça parceria com estacionamentos e ofereça estacionamento grátis, ou com uma cafeteria e dê um café de presente para quem realizar compras nas suas lojas em determinado dia. Enfim, as possibilidades são as mais variadas. Avalie a viabilidade e coloque em prática. Ser cortês sutilmente pode e faz a diferença.

28. Agradeça seus clientes

O cliente é o motivo da sua existência. Agradeça sempre a presença, a escolha, a preferência. Ensine a sua equipe a ser grata e sempre buscar a excelência no atendimento.

29. Crie um programa de fidelidade

Nada melhor para agradecer a fidelidade de um cliente do que contemplá-lo por isso. Programas de fidelidade são fáceis de ser aplicados e geram retorno nas vendas. Capriche na sua estratégia.

30. Envie cartões especiais

As pessoas gostam de ser lembradas, gostam de agrados. Use seu cadastro para enviar cartões de aniversário aos seus cientes e parceiros, não necessariamente contendo uma campanha direta, oferecendo desconto. Só pela simpatia você ganha um espaço na memória do seu cliente, que agradará valor à sua marca.

O próximo post do blog encerrará esta série tão importante, por isso, te aguardamos na semana que vem!

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn