Como vender durante a pandemia do Corona Vírus

Saiba mais sobre os impactos do vírus para a sua empresa e se prepare para não ser tão afetado!

Como vender durante a pandemia do Corona Vírus

O assunto mais falado do momento é o coronavírus, e não poderia ser diferente. O Vírus Covid-19 tem assustado o mundo inteiro com a sua alta taxa de contaminação e a rapidez com que é transmitido. Embora os índices de mortalidade sejam muito baixos em relação a outras epidemias, todos devemos ficar atento afinal as pessoas contaminadas podem desenvolver complicações.

A OMS classificou recentemente o coronavírus como pandemia pois encontramos pacientes infectados praticamente no mundo todo. O resultado dessas pandemias foram: farmácias sem álcool em gel ou máscaras de proteção para o rosto com preços muito altos, eventos cancelados, empresas em recesso, prateleiras vazias em supermercados, cidades paradas e previsões financeiras negativas.

 

Embora estes fatos possam causar espanto, neste momento é muito importante manter a calma e seguir as recomendações que as organizações responsáveis pela saúde emitem, como lavar as mãos constantemente, higienizar as mãos com álcool em gel e evitar levá-las aos olhos ou boca, e, ficar de repouso em casa caso haja alguma suspeita.

 

Além destas questões, escrevemos este artigo com o intuito de alertar sobre os impactos do vírus para a sua empresa e ajudá-lo a se preparar para não ser tão afetado. Confira. 

  

#1 Menos pessoas circulando nas ruas

O vírus afetará principalmente as lojas físicas devido ao número reduzido de pessoas que irão circular nas ruas. Diversas empresas estão liberando os funcionários para trabalharem em casa e, em alguns casos, ficar de repouso (caso apresentem sintomas semelhantes aos causados pelo vírus). Então, caso a sua empresa não for online, fique atento aos seus funcionários e repense sobre a hipótese de trabalhar em casa por alguns dias.

 

#2 Aumento das compras online

Como as pessoas estão evitando aglomerações, as vendas online serão o grande foco dos compradores. Dali Ifood por exemplo. Caso sua loja seja online, prepare os estoques para o boom nas compras. Se a orientação é que lugares de grandes aglomerações sejam evitados, as pessoas tentarão ao máximo ficar em casa. É provável que os serviços online tenham um boom, como os supermercados e as farmácias. Quem aí já tentou comprar álcool gel para descobrir que estava tudo esgotado?

 

#3 Clientes entrando em contato por mensagens ou ligações

Se antes seus clientes iriam até a sua empresa para uma reunião, isso acontecerá muito menos nos próximos dias. Certifique-se então que os meios de comunicação online estão configurados e os seus funcionários prontos para responder às dúvidas e pedidos realizados nas redes sociais e por telefone.

 

Qualquer situação que ocorra nos próximos dias será resolvido por mensagem. Com cada vez mais casos de coronavírus pelo país, as pessoas preferirão conversar com fornecedores ou clientes pelas redes sociais. Por isso, esteja online o todo todo e não perca venda ou negociação.

 

Com base nos tópicos mencionados acima, segue nossas principais dicas Atentar-se aos meios de comunicação online para entrar em contato com o seu cliente e comercializar por lá. Os números de e-mails, ligações e mensagens será maior, treine a sua equipe; certificar-se que os seus funcionários estejam em segurança; preparar-se para uma baixa nas comercializações em pontos físicos. Crie promoções ou estratégias de entrega por motoboy e não deixe de vender!

 

A Kameleon está tomando decisões necessárias para garantir a segurança de todos os nossos colaboradores e familiares. Nós também orientamos e criamos campanhas inteligentes para nossos clientes passarem por essa pandemia de forma mais tranquila.

Precisa de uma ajuda no marketing da sua empresa durante essa pandemia? Quer saber como vender na crise do coronavírus? Ligue para a Kameleon, nós criamos estratégias para sua empresa não parar. (16) 3411-255

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn