Tendências de Marketing para 2021: marketing preditivo - parte 1

Quanto mais padronizados e organizados forem os dados, maiores serão as chances de sucesso na tomada de decisões importantes.

Atualmente, é possível que tornemos nosso dia a dia cada vez mais automatizado. No contexto do Marketing, cujas tendências serão abordadas nos blogs deste mês de fevereiro, a cada dia surgem novas ferramentas para nos auxiliar na tomada de decisões em marketing. A partir do gerenciamento de diversas informações obtidas, é possível utilizá-las como base para nortear nossas estratégias.

Até pouco tempo atrás, a margem de erro no conteúdo das informações que poderíamos ter era muito grande e, nesta mesma proporção, eram as chances de erro na tomada de decisões. Por conta da evolução da tecnologia e a possibilidade de utilizar dados de maneira mais assertiva, surgiu o Marketing Preditivo, uma tendência para 2021.

O Marketing Preditivo é uma junção de duas ciências: o Marketing, propriamente dito, e a Ciência de Dados (Big Data). Essa combinação tem como objetivo impulsionar as estratégias das empresas e converter mais pessoas para se tornarem clientes, partindo da satisfação dos desejos e necessidades por meio da livre negociação dos produtos ou serviços, até a inteligência artificial e machine learning que auxiliam na estratégia em si.

No contexto em que a sociedade está inserida, quanto mais padronizados e organizados forem os dados, maiores serão as chances de sucesso na tomada de decisões importantes. Sendo assim, a seguir abordaremos alguns passos para uma melhoria no uso de dados, colaborando com a execução do Marketing Preditivo:

1- Realização de análises descritivas.


Fazendo esse tipo de análise, é possível ter uma dimensão de como está o cenário atual da sua empresa, do seu website ou até mesmo analisar dados de uma determinada campanha que foi executada. Pensando no contexto de um website, por exemplo, somos capazes de saber qual o volume de pessoas que chegou no seu website, de onde vieram, para onde foram e onde clicaram. Tudo isso é possível por meio de ferramentas de Web Analytics.

2- O que causou esse cenário para a sua empresa?


A partir de uma análise diagnóstica, onde lemos e interpretamos os dados, acoplamos informações de pesquisas de mercado e também dados já existentes da própria companhia, temos um diagnóstico se determinada campanha teve ou não bons resultados e se a receita foi boa ou não. A partir daí, começamos a entender o que causou o cenário que a empresa está inserida.

3- Preparação para o futuro.


"Preparação" é a palavra-chave do Marketing Preditivo. É de extrema importância organizar as informações obtidas, de modo que elas sejam claras para possibilitar o alcance do próximo objetivo da empresa. Sendo assim, é necessário ter uma dimensão do que vai acontecer e, com isso, ter em mãos recomendações de estratégias de mídia, investimento e performance. De que maneira? Analisando os dados e depois tomando decisões.

Converter mais pessoas, alavancar as estratégias e ter em mãos informações organizadas para uma boa tomada de decisões, é um dos princípios do Marketing Preditivo.

Na parte 2 desse blog, encerraremos a abordagem desse assunto com uma frase chave para o Marketing Preditivo e falaremos um pouco sobre a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), que ao contrário do que muitos pensam, pode ser uma ótima aliada neste processo.

Fale conosco.
(16) 3411-2566
WhatsApp: (16) 99787-1577

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn