Google Meu Negócio como ferramenta de Marketing

Uma ferramenta básica, gratuita e de muita visibilidade às vezes acaba passando despercebida na hora de divulgar sua empresa ou serviço da Internet.

Ao criar gratuitamente o perfil da sua empresa na página “Google Meu Negócio”, você estará ainda mais perto do seu público, pois o buscador oferece como resultados de pesquisa os Negócios Locais, mesmo que você não tenha um site publicado na web. Fazendo uma comparação superficial, o Google Meu Negócio, que foi lançado em 2014, cumpre a mesma função das “Páginas Amarelas”.

Além dos dados básicos de cadastro do estabelecimento (endereço, telefone, e-mail), o Google ainda oferece uma série de recursos que irão direcionar mais clientes para o seu negócio: a ferramenta permite que você personalize a sua página com horários de funcionamento, disponibiliza um espaço para inserir imagens e vídeos, facilita a interação com os usuários, exibe comentários e avaliações de clientes e ainda oferece relatórios que te ajudarão com insigths para suas estratégias de marketing e vendas, por exemplo.

Ter um perfil completo no Google Meu Negócio pode ajudar a agregar mais credibilidade à sua marca e ser um facilitador para clientes em potencial encontrarem os seus serviços e produtos com mais facilidade, tanto na rede de pesquisas como no Google Maps. Como a ferramenta é gratuita e só traz vantagens para o seu negócio, vale a pena considerá-la, independentemente do tamanho da sua empresa ou mesmo se você for um profissional liberal.

Para criar o seu perfil, basta acessar a Página Inicial do Google Meu Negócio e seguir o passo a passo, que é bastante simples e intuitivo. Lembre-se de caprichar no conteúdo: tanto visual como textual – fará toda a diferença na hora de cativar o seu público-alvo.

Caso você tenha dificuldades e necessite de uma consultoria para implantar esta e outras soluções de Marketing Digital para os seus negócios, conte com a Kameleon Comunicação!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Entendendo o Funil de Vendas

A estratégia de Marketing conhecida como Inbound Marketing que busca atrair e converter clientes através de conteúdo, deve, via de regra, seguir táticas de acordo com as etapas do funil de vendas para então ser assertiva.

Este termo muito utilizado recentemente é um velho conhecido dos profissionais de Marketing.

O mapeamento da trajetória do cliente foi desenvolvido em 1898 por Elmo Lewis e é bastante referenciado como modelo AIDA: Atenção, Interesse, Desejo e Ação. A metodologia criada há mais de 120 anos visa orientar profissionais de vendas, ilustrando a trajetória do cliente desde o momento que a marca desperta a atenção de um consumidor até o momento da venda. É evidente que o modelo sofreu alterações ao longo dos anos e hoje se apresenta de uma maneira mais detalhada, mas o objetivo mantém-se o mesmo: converter um prospect frio em um negócio e consequentemente fidelizar esta persona.

Estruturar a sua estratégia de vendas de acordo com cada uma das fases do funil de vendas é primordial para o sucesso das suas campanhas e para isso você deve, impreterivelmente, dispor de ferramentas de CRM e automação de Marketing.

O modelo atual do funil de vendas (ou pipeline, como também é conhecido), divide-se em três etapas principais: topo de funil, meio de funil e fundo de funil:

  • Etapa 1: Topo de Funil

Nesta fase o visitante cria consciência que tem uma dor e ela deve ser sanada. Nesta fase de aprendizagem e descoberta do cliente, a sua função é educá-lo, produzindo e enviando conteúdos informativos e de fácil compreensão, perante preenchimento de formulários que captem informações de contato, para que este visitante torne-se um lead e você possa mapear o comportamento dele, avançando no funil de marketing.

Exemplo: você descobriu que precisa usar comprar um tênis específico para começar a correr e faz a pesquisa deste tênis em diversos sites. Um site que faz um bom trabalho de Inbond marketing irá oferecer um material com conteúdo relevante sobre corrida, desde que você forneça seu nome, e-mail (e outros dados) para receber este material.

  • Etapa 2: Meio do Funil

Nesta fase, o lead já reconhece que tem um problema e está considerando a soluções para sanar estar dor. A sua função nesta fase é educá-lo, mostrar todas as suas soluções e vantagens, através de campanhas com conteúdo ainda mais denso, para que ele considere a sua marca e não a concorrência na etapa da decisão de compra, avançando no pipeline.

Voltando ao exemplo do site que vende tênis de corrida, nesta etapa, após enviar o material sobre corrida, o site pode iniciar campanhas de e-mail marketing, por exemplo, convidando o lead a participar de corridas de rua, ou com informações sobre os benefícios para a saúde e até mesmo ofertando um desconto para o produto pesquisado inicialmente e também sua linha e derivados (meias, roupas de ginástica, sequeezes).

  • Etapa 3: Fundo de Funil

É no fundo do funil que se apresentam os leads mais qualificados. Nesta etapa, a sua relação com o lead é mais próxima e ele está prestes a fechar negócio com você. Ainda no exemplo no site de tênis, é neste momento em que o cliente retorna ao seu site, segue você nas redes sociais e acompanha todos os newsletters que você envia, pois para o lead, você já é uma referência no assunto.

Em alguns casos, o funil de vendas vai além do fundo do funil, é quando a fidelização do cliente é trabalhada, através das estratégias desenvolvidas para o Customer Success ou Customer Experience (Sucesso e Experiência do cliente).

Campanhas de marketing sem direcionamento das etapas do funil, atualmente são tiros no escuro. Mapear seus visitantes e convertê-los em lead é premissa mais do que básica no time de Marketing e vendas – esforços não direcionados não trazem resultados eficazes para a sua empresa e como mencionamos anteriormente, é impossível realizar este gerenciamento sem uma boa ferramenta de CRM (sigla para Customer Relationship Management, que em português significa Gestão de Relacionamento com o Cliente) ou de automação de Marketing.

Adotando esta estratégia você otimizará tempo, investimento, aproveitará melhor as oportunidades de venda, além d e captar informações que irão auxiliar no planejamento de Marketing e Comunicação da sua empresa.

Ficou interessado em adotar este tipo de estratégia de Marketing para a sua empresa? Converse com os profissionais da Kameleon Comunicação! Nosso time está apto para criar um planejamento eficaz para sua empresa!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Mas, e o Twitter?

Marcas e profissionais de Marketing sempre se deparam com este questionamento a respeito do microblog: devemos incluir o Twitter em nossa estratégia de Marketing?

Para conseguir responder a esta pergunta, é preciso analisar algumas informações sobre a Rede e ponderar o seu potencial. O erro que muitos cometem é ignorá-lo logo de cara, descartando o Twitter do planejamento de Marketing, quando ele pode ser uma valiosa ferramenta de relacionamento e posicionamento de marca.

Embora o crescimento de usuários tenha estagnado nos últimos anos, o Twitter conta com perfis leais e ativos na rede, que constantemente ganha atualizações e recursos. Um tweet que inicialmente só podia ser composto por 140 caracteres, hoje conta com o dobro de espaço – são 280, além de ser possível compô-lo com vídeos, imagens e gifs – tornando as postagens mais criativas, consequentemente ampliando sua possibilidade de engajamento entre os usuários, principalmente via mobile – o formato encurtado é ideal para ser acessado via smartphone e tablets. Cerca de 60% do tráfego do Twitter é gerado via dispositivo móvel e este fato é importantíssimo, visto que a tendência de consumo de informação converge cada vez mais para estas plataformas.

Mundialmente o microblog soma 300 milhões de usuários que produzem 500 milhões de tweets diariamente. O Brasil ocupa o segundo lugar na quantidade de usuários: somos 41 milhões de contas ativas e só perdemos a primeira posição para os Estados Unidos. Em outras palavras, o Twitter é uma rede que produz e consume muito conteúdo constantemente, com forte presença do público brasileiro e estes dados não podem ser ignorados em nenhuma estratégia de marketing. Ainda sobre o perfil do público, a maioria dos usuários tem entre 18 e 29 anos e sua popularidade é maior entre as pessoas com maior renda. Segundo estudo da Nielsen, o Twitter entrega uma assertividade de 80% no target desejado, contra 59% dos outros players digitais. (Fonte: Twitter)

Uma das principais características da Rede é a via de mão dupla – os usuários estão no Twitter para falar, mas também estão lá para ouvir. A informação em tempo real também se destaca como uma grande mobilizadora de funcionalidade da rede. Portanto, se você produz conteúdo é interessante ser ativo no Twitter. Além disso, muitas marcas usam o Twitter como um canal de Relacionamento. O SAC 2.0 funciona muito bem nesta rede, pois a interação entre usuários e perfis de marcas é mais direto e menos burocrático.

Outra vantagem que a sua empresa pode obter utilizando o Twitter é a humanização da marca – que ganha personalidade através da linguagem que a própria rede proporciona. Há diversos cases icônicos de marcas, que conversaram entre si ou mesmo com usuários de forma muito bem humorada.

Com uma estratégia de Tweets bem construídos e constantes, interação com usuários, utilização correta dos recursos que a rede disponibiliza, é possível usar o Twitter para atrair e fidelizar clientes, construir uma marca sólida e estreitar e humanizar o relacionamento com os seus clientes. Para fazer acontecer você precisa estar conectado à pessoas e o Twitter é o lugar ideal para isso!

Recomendamos que você crie o seu perfil e acompanhe em tempo real o que está acontecendo no mundo através dos tweets e se você precisar de uma estratégia para a sua empresa marcar presença nesta rede, conte com o time da Kameleon Comunicação.

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

O que é o Pinterest e como sua marca pode explorá-lo

Inspirar, engajar e vender: como um hobby dos anos 90 se apresenta hoje como importante ferramenta de marketing e vendas no mundo todo

Criado em 2010 nos Estados Unidos, o Pinterest é uma rede social que se assemelha a um painel de inspirações, daí a origem do seu nome: Pin (de pino/ alfinete) e interest (interesse). Juntar imagens e recortes inspiracionais em um mural era um hábito muito comum entre as adolescentes nos anos 90 e o Pinterest em pouco tempo conquistou milhões de usuários no mundo todo. Muitas marcas e figuras públicas como Barack Obama mantém um perfil na rede, que oferece um grande potencial de engajamento e também de vendas.

O Pinterest é muito intuitivo: você pode colecionar imagens e organizá-las por assuntos, conforme o seu interesse. Há inspirações para Projetos “Faça você mesmo” – DIY (sigla para “Do it yourself), moda, decoração, viagens, receitas e muito mais. Grande parte dos usuários são mulheres, embora a audiência masculina apresente um aumento significativo nos últimos anos e a média de idade é entre 25 e 34 anos.

Além do uso pessoal, o Pinterest pode ser usado por marcas, sendo um grande aliado de vendas.

Mas enquanto marca, lembre-se que a rede social inspira os usuários através de imagens, então é indispensável que você explore o potencial do seu produto através de imagens bem compostas, para inspirar seu seguidor a comprar o seu produto pela imagem que ele vende. Muitas marcas mantêm a vitrine dos seus produtos e paralelamente alimentam seus murais inspiracionais.

O Pinterest é uma rede social com engajamento orgânico muito bom, pois milhares de “pins, ou “idéias”, são salvas em painéis diariamente – em média, um pin é compartilhado 11 vezes.

Por falar em “pins”, fique atento aos termos mais usados na rede:

  • Pin – Dentro do Pinterest, o Pin é uma ideia, uma inspiração, uma imagem, ou o post em si.
  • Pinar – Ou “Pin It” é o ato de salvar o Pin, a ideia.
  • Board - ou Painel é onde você agrupa e salva as suas idéias, os seus pins.
  • Like – no Pintererst também é possível curtir os pins, mas atente-se: curtir um pin não o salva no seu painel.
  • Follow – Funcionalidade para seguir um perfil ou um painel dentro do Pinterest. Ao seguí-lo, você receberá as atualizações de pins do perfil ou do painel no seu Feed.

Dicas para marcas usarem o Pinterest como ferramenta de vendas

O Pinterest é um importante impulsionador de vendas online: cerca de 87% dos usuários desta Rede Social admitem ter comprado algo que descobriram enquanto navegam por entre os pins. Além de alavancar vendas, esta importante ferramenta pode gerar e aumentar conhecimento de marca e conversão de “calls to action”. Já que são 250 milhões de usuários ao redor do planeta, é interessante você avaliar se a sua marca não está perdendo tempo (e dinheiro) caso ainda não alimente um perfil nesta rede. Se quiser começar já, siga as dicas do time da Kameleon Comunicação:

  • Conta Empresarial

    Para contar com os recursos disponibilizados para empresários, você precisa criar uma conta empresarial corretamente. Pode ser feito neste link.

  • Imagens

O Pinterest, assim como o Instagram é uma rede social que engaja através da imagem – imagem é tudo. Crie uma vitrine virtual visualmente atrativa – invista em captação de imagens profissionais – pense em toda a composição da imagem como cenário e luz, por exemplo. Faça testes e analise o desempenho de cada imagem.

  • Descrição dos Produtos

Capriche na descrição de cada produto – quanto mais detalhes, melhor. Cative também pela descrição e use palavras-chave - o Pinterest também pode te auxiliar com SEO. Não se esqueça de colocar os links corretos para o seu e-commerce.

  • Coerência

Crie painéis inspiracionais também, mas seja sempre coerente com o DNA da sua marca. Não é só porque é bonito que você deve copiar – a dica vale também na hora de captar as imagens dos produtos: a linha criativa deve estar relacionada à sua missão, visão e valores e não apenas seguir uma tendência. Abuse da criatividade, mas esteja alinhado com o propósito da sua marca e do seu público.

Vamos explorar o potencial do Pinterest? Conte com a expertise do time da Kameleon Comunicação para ter um perfil campeão e alavancar suas vendas!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Um novo olhar sobre a Terceira Idade

Os idosos da nova era compõem um novo nicho de mercado, ainda muito mal explorado e ignorado pela maioria das marcas

Atualmente nos deparamos cada vez com quebras de paradigmas e conceitos. A revolução tecnológica e a globalização transformam nossas vidas diariamente e as mudanças são cada vez mais evidentes e nós precisamos abraçar e aceitar que vivemos em uma nova era. E se nós vivemos em uma nova era, nossos clientes também vivem. Portanto, é impossível conseguir atingir resultados com a mesma receita usada há anos atrás. É preciso estar atento à sociedade e alimentar-se constantemente de informações, para não perder oportunidades e também para não ficar para trás num mercado cada vez mais competitivo.

Recentemente, o Google, que sempre apresenta dados significativos sobre comportamento, divulgou uma pesquisa sobre a Terceira Idade e se você mantém um conceito conservador sobre esse público, sugerimos que você analise estes dados com a mente aberta, mesmo porque o Brasil está envelhecendo, mas não da mesma maneira que envelhecia há alguns anos atrás.

Geralmente quando pensamos em “idosos”, nos vem à mente daquele senhor ou senhora, já debilitado pela saúde, dependente e com pouca ou nenhuma participação na sociedade. Porém este estereótipo é cada vez menos representativo para a Terceira Idade. A qualidade de vida proporcionada pelos avanços da medicina e também por uma consciência mais ampliada sobre hábitos saudáveis, nos apresenta hoje, um idoso ativo, saudável, bem informado, conectado ao mundo digital e que atua economicamente na sociedade também, consumindo informações, produtos e serviços ligados ao seu universo.

Nosso papel como publicitários e anunciantes é aposentar de vez o estereótipo sobre a terceira idade e iniciar abordagens mais reais – e também mais justas sobre esta parte da população. De acordo com o Google, hoje, um a cada dez brasileiros tem mais de 60 anos. Em 2060 seremos um a cada três brasileiros com mais de 60 anos. Os números impressionam, mas também nos mostram oportunidades de negócios: é preciso ficar de olho nas tendências e oferecer soluções para as dores desta parte da população, pois o segmento ainda pouco explorada pelo mercado - pelo menos não o é da maneira correta.

Aproximar-se deste público da maneira adequada pode alicerçar a sua marca ao longo dos anos, pois ainda há um gap muito grande no relacionamento entre marcas e idosos. Quem fizer este aproach corretamente pode se destacar no mercado que, como apontamos, está em expansão. Recomendamos a leitura completa da pesquisa, que você encontra neste link.

As informações são valiosíssimas e se bem aplicadas podem trazer resultados positivos para sua empresa. Caso precise da ajuda de um time de marketing para planejar ações voltadas à terceira idade, conte com a Kameleon Comunicação. Juntos, podemos desenhar uma estratégia altamente competitiva para os seus negócios!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Características de um bom líder

“O progresso acontece quando líderes corajosos e hábeis agarram a oportunidade para mudar as coisas para melhor.” Harry Truman

Conduzir um time de pessoas ao sucesso é uma habilidade pertinente à bons líderes. Liderar é capacidade de motivar e influenciar uma equipe nos mais diferentes universos e mercados. Logo, um líder distingue-se (e muito) de um chefe. Um chefe impõe comandos e obediência, enquanto um líder inspira e transmite valores, despertando em seus liderados a cooperação de maneira voluntária. Verdadeiros líderes formam outros líderes.

De Idalberto Chiavenato, autor brasileiro e um dos mais respeitados nas áreas de Administração e Recursos Humanos, “as pessoas são motivadas principalmente pela necessidade de reconhecimento, de aprovação social e participação social nas atividades dos grupos sociais que convivem”. Ainda, segundo o autor, a liderança influencia o comportamento das pessoas, e ele a divide em três teorias principais: traços da personalidade, estilos de liderança (autocrática, participativa, democrática, e liberal) e Liderança Situacional (de acordo com a situação, o líder pode assumir diferentes padrões de liderança).

Chiavenato afirma ainda que os líderes tem diferentes traços de personalidade:

  • - Traços Físicos: energia aparência pessoal;
  • - Traços Intelectuais: adaptabilidade, agressividade, entusiasmo e autoconfiança;
  • - Traços sociais: cooperação, habilidades interpessoais e administrativas;
  • - Traços referente às tarefas: impulso de realização, persistência e iniciativa.

O autor ainda destaca que a liderança não é privativa para alguns privilegiados: pode ser desenvolvida e lapidada, através de estudo, treinamentos, cursos, assim como suas próprias experiências.

Destacamos a seguir algumas características comuns a grandes líderes, para que você possa se auto-analisar, aperfeiçoar características que já são inerentes à sua personalidade e buscar crescimento nas áreas onde ainda encontra dificuldades. Liderança não está relacionada com títulos, idade ou status e desde que haja foco e força de vontade, você também pode ser tornar um bom líder:

  • - Inspire Confiança. Seja um exemplo no que faz

“Um líder é alguém que conhece o caminho, corre ao longo do caminho e mostra o caminho.” John C. Maxwell Geralmente os bons líderes colocam a mão na massa, são os primeiros a chegar e os últimos a saírem. A máxima “faça o que eu digo mas não faça o que eu faço” não se aplica à bons líderes. Seja apaixonado pelo que você faz.

  • - Trabalho em Equipe

Saiba trabalhar com perfis de pessoas diferentes e entenda que você precisa saber lidar com a diversidade. Além disso, aprenda a delegar e confiar no seu time: desenvolva-o. Se eles crescem, você também cresce e vice-versa. Atualize-se incentive seus colaboradores a buscarem cursos, palestras e workshops.

  • - Promova Feedbacks Construtivos

Nenhum ambiente de trabalho avança em direção ao sucesso. Mantenha uma rotina de feedback constante com a sua equipe. Saiba ouvir os diferentes pontos de vista - eles podem ser muito benéficos. Aponte os tópicos a serem aprimorados de maneira positiva, sempre. Esteja sempre disponível e seja ágil nos retornos, disponibilizando canais de comunicação acessíveis a todos.

  • - Cultive Bons Relacionamentos

Mantenha boas relações interpessoais, sem distinção de função ou posição social. Essa á uma habilidade a ser desenvolvida com o tempo, mas pode ajudar o líder a conquistar.

  • - Vá além

Capacite-se sempre. Estude. Atualize-sobre as tecnologias do mercado. Aprenda com os seus erros. Dica extra da Kameleon: há excelentes livros no mercado para você se inspirar a inspirar pessoas e dar um salto na sua carreira!

• O Líder Autêntico - Bill George

• 7 Hábitos das pessoas altamente eficazes - Stephen Covey

• A essência do Líder - Warren Bennis

• Inteligência Emocional - Daniel Goleman

Arrisque-se e empenhe-se em ser referência onde atua, tanto para os seus concorrentes mas também para a sua equipe. Inspire-se em grandes líderes, siga as nossas dicas e faça a diferença onde você atua!

Acompanhe semanalmente o blog da Kameleon Comunicação, pois também somos fonte de conhecimento e informação!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Marketing Pessoal

Você é a sua principal marca. Partindo desta máxima, faça uma breve análise e responda para si mesmo: como anda o seu Marketing Pessoal?

A prática do Marketing Pessoal ou Personal Branding, tem o intuito de alcançar sucesso pessoal e profissional. A estratégia utiliza técnicas de Marketing mesmo e auxiliam profissionais a se tornarem autoridades e referência nos setores onde atuam. O conjunto de técnicas pode e deve ser usado também para quem busca uma recolocação no mercado de trabalho ou mesmo quem almeja crescimento onde já atua.

Em um mercado cada vez mais competitivo, dispor de táticas de Marketing Pessoal pode ser muito mais benéfico do que você imagina, tornando-se um diferencial no seu posicionamento perante sua rede de contatos. Porém, deve ser aplicado estrategicamente e com planejamento, para que você não se apresente como alguém prepotente e arrogante. Para evitar estes deslizes, apresentamos algumas dicas rápidas e e práticas que você já pode aplicar e ganhar ainda mais destaque no mercado de trabalho ou até mesmo ser reconhecido com certa autoridade no setor que você já atua:

  • Conhecimento

Qualificar-se é primordial para que você ganhe reconhecimento e notoriedade. Ser acomodado não te diferencia no cenário atual. Renove sempre o seu conhecimento no que tange a sua área de atuação: sempre que possível faça cursos, participe de palestras e workshops, leia livros, artigos, publicações e notícias. Vá além e também compartilhe o seu conhecimento e experiências - seja um contador de histórias, utilize as suas redes sociais para isso - é válido também manter um blog.

  • Autoconhecimento

Antes de você entender os outros, você precisa entender a si mesmo. Especialistas recomendam que você faça uma análise SWOT de si mesmo, avalie seus pontos fortes e enumere os pontos fracos, para que você possa melhorá-los. Descubra o que você tem de melhor para expor e aprimore os pontos que devem ser superados. Saber seus limites e vantagens é importante para não cometer deslizes e estar em constante evolução/ crescimento.

  • Hábitos

Palavras não são nada sem atitudes e seus hábitos são um reflexo do que você é. Seja sempre pontual, tanto para reuniões, encontros e entrevistas. Procure organizar seu trajeto para compromissos importantes com antecedência, saiba gerenciar o seu tempo. Saber ouvir o que o próximo tem a dizer também é um hábito comum entre os grandes líderes, assim como conversar olhando nos olhos e sempre agir com naturalidade: seja você mesmo, em qualquer ocasião.

  • Postura

Muitas vezes não damos a atenção necessária para postura, mas ela é fundamental e diz muito sobre você, pois se trata de comunicação não verbal. Deixar baços cruzados, manter a mão no bolso, sentar-se desajeitado, por exemplo, parecem gestos simples, mas podem transmitir desinteresse e apatia e não é essa a impressão que você quer causar. A comunicação não-verbal age no inconsciente do receptor da mensagem, por isso, estar atento à sua postura e gestos pode ser crucial no seu sucesso.

  • Vestuário

Pessoas vestidas adequadamente sempre transmitem uma boa imagem e confiança. Vista-se de acordo com o cargo que você está buscando e de acordo com a ocasião também. Corte de cabelo, acessórios, maquiagem e unhas (para as mulheres), barba para os homens - devem também estar sempre alinhados, afinal a primeira impressão é a que fica: o seu asseio pessoal é o seu cartão de visitas.

  • Vocabulário

Deixe as gírias e costumes para as suas horas de lazer, com os seus amigos. No ambiente corporativo é imprescindível ter um vocabulário rico e buscar sempre falar a nossa língua corretamente. Ler constantemente auxilia-nos muito neste quesito.

Além disso, seja sempre ético e tenha bom senso sempre. Use moderadamente o seu bom humor. Evite arrogância, prepotência e sempre que possível, pratique empatia.

Esteja sempre em estado de alerta: cuidar do seu marketing pessoal é tão importante como cuidar da marca de uma empresa e só depende de você. Vamos começar?

Para mais dicas de Marketing acompanhe sempre o Blog da Kameleon Comunicação! A cada semana, um novo artigo para você se manter atualizado!

www.kameleoncomunicacao.com.br/blog

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Novos Termos da Publicidade

Se há alguma área profissional que se reinventa sempre, essa área é a Publicidade e consequentemente, nos deparamos com novos termos específicos. Caso você não acompanhe todas essas atualizações mas sinta necessidade de conhecer os termos publicitários mais utilizados no meio na atualidade, preparamos uma lista bem resumida. Assim você pode direcionar melhor seus investimentos e não corre o risco de ser ludibriado ao comprar serviços de Marketing:

Brainstorm: Termo em inglês - na tradução livre “tempestade cerebral”. A técnica é utilizada para gerar ideias e soluções criativas e eficientes para uma determinada questão ou necessidade apontada. Exatamente por isso, precisa ser bem direcionado para ser bem aproveitado.

BV: Sigla para Bonificação por volume. Trata-se de uma remuneração bônus para as agências, referente ao investimento realizado em uma compra de mídia. Também é conhecido como desconto padrão.

Copywriting: Técnica de escrever e promover um produto, pessoa, ideia ou um negócio. Construir palavras que irão convencer o consumidor de tomar uma decisão específica com uma escrita focada. A técnica é usada há muitos anos nos Estados Unidos mas apenas recentemente ganhou mais espaço no mercado brasileiro. Outro termo muito usado amplamente nos tempos atuais é “estratégia de copy”, que é justamente a aplicação dessa tática.

CPC: Sigla para “Custo por Clique. Refere-se à precificação e cobrança da sua campanha de anúncios online, como no Google, por exemplo. Neste formato, você só paga quando o usuário clicar no seu anúncio.

CTA (Call to Action): Em português é o “Chamado para a ação”. Essa chamada pode ser tanto visual como textual e incita o usuário a realizar uma determinada ação. O seu objetivo com cada campanha é que determinará qual melhor ação você deve propor na campanha: inscrição para uma newlstetter, indicar um download, interações em Rede Sociais, responder uma pesquisa entre tantos outros. O CTA dependerá da sua estratégia.

CTR (Click Through Rate): Sigla para “Taxa de Cliques”. Trata-se de um indicador importante para avaliação de desempenho do seu anúncio. Para calcular o CTR do seu anúncio, você precisa dividir o número de cliques pelo número de visualizações. O CTR irá determinar a qualidade das suas palavras-chave.

Customer Success: Traduzindo para o português, o termo configura como “Sucesso do Cliente”. Área de uma empresa totalmente voltada ativamente para a cultura do cliente. Os profissionais dessa área são focados em encontrar soluções para melhorar a experiência do cliente com a marca/empresa.

Google Ads: Plataforma do Google para campanhas de mídia online. Com este serviço, quando o usuário realiza uma busca, os seus anúncios podem ser exibidos nos resultados da pesquisa, na rede de display, anúncios do Youtube, Google Shopping, Aplicativos Pagos, Gmail, ou Remarketing, relacionados à uma palavra-chave.

Google Analytics: Serviço gratuito oferecido pelo Google que possibilita monitorar o desempenho do site, blog ou loja virtual, assim como analisar o comportamento do usuário, para efetuar melhorias, otimizar conteúdo e tomar decisões estratégicas.

Hashtag: Palavra-chave utilizada para um tema ou conteúdo compartilhado nas redes sociais. É utilizada precedida do símbolo #. Ficou bastante popular no Twitter e hoje tem bastante funcionalidade no Instagram também.

Inbound Marketing: Basicamente, Inbound Marketing é um conjunto de estratégias de Marketing de Atração, Retenção e Fidelização de clientes, que utiliza técnicas de Marketing de conteúdo e tecnologias de Automação de Marketing. O raciocínio é básico e pode ser aplicado por empresas de diversos setores: através da geração de conteúdo é o cliente que vem até a marca e não ao contrário, como comumente é feito. Já fizemos um artigo dedicado à este tema aqui no Blog da Kameleon Comunicação que você pode ler na íntegra: Inbound Marketing, o que é?

KPI: Sigla para Key Performance Indicator, ou seja, são os Indicadores chave de Performance do seu negócio. Os KPI’s são necessários para analisar resultados e indicar o desempenho de sua empresa, possibilitando avaliar os pontos fortes e fracos da sua operação, direcionando suas investidas.

Landing Page: Páginas adicionais em um site que tem como objetivo a conversão dos visitantes. São ferramentas da estratégia de Inbound Marketing. Por exemplo: solicite o cadastro do visitante para ter acesso à um material gratuito (e-book) da sua empresa. A partir deste contato, você pode monitorar o comportamento deste usuário, construir relacionamento e tornar este visitante um comprador.

Lead: Na linguagem do Marketing Digital, o “Lead” é um consumidor em potencial, que já demonstrou interesse no seu produto ou serviço.

Persona: Personagem fictício que simboliza o seu cliente ideal. É diferente do conceito de público-alvo, que abrange todo o segmento de mercado que consome a sua marca. Neste artigo do Blog, detalhamos melhor o conceito de Persona: O que são personas?

ROI (Return over Investiment): Sigla para “Retorno sobre Investimento”. Este indicador aponta se o seu investimento está trazendo retorno positivo ou negativo para a sua empresa. Cada área pode e deve calcular seu próprio ROI: Retorno sobre investimento em Mídias Sociais, Retorno sobre Investimento em SEO, Retorno sobre Investimento em Google Ads e assim sucessivamente.

SEM (Search Engine Marketing): Sigla para Marketing de Mecanismos de Busca. Trata-se de um conjunto de técnicas com o intuito de conquistar melhores posições de um site/ blog ou e-commerce em buscadores da internet (Google e Bing, por exemplo), aumentando a sua visibilidade da sua empresa.

SEO (Search Engine Optimization): Sigla para Otimização de Mecanismos de busca. SEO é a prática de ações para otimizar desempenho de sites, auxiliando em sua estratégia de SEM. Ajuda a garantir melhores resultados em buscas orgânicas do Google.

Social Media: São as Redes Sociais (Facebook/ Instagram/ LindkedIn/ Twitter/ e outras). Também é a nomenclatura do Profissional que posta, planeja, cria e analisa as redes sociais.

Storytelling: Método que consiste em contar uma história, transmitindo uma mensagem com emoção para cativar o leitor. Na publicidade, o storytelling é amplamente utilizado para aproximar os clientes das marcas, através de narrativas que demonstrem valores e propósitos da empresa, ao invés de apenas vender produtos e serviços.

Sentiu falta de algum termo que não encontrou nesta lista? Diga para nós: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Para resultados eficazes, conte com o time de profissionais da Kameleon Comunicação!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Explore os recursos do Instagram

Atualmente, a internet é um dos meios de comunicação mais importantes para as empresas e as Redes Sociais são responsáveis por uma boa fatia do conteúdo e relacionamento apresentado pelas marcas.

É fundamental então, que você também esteja presente nestes meios e conhecer o seu público-alvo é importante para saber como fazer uma aproximação real e duradoura. No Brasil, o Instagram é a segunda rede social mais usada e oferece diversos recursos para divulgação da sua marca, possibilitando uma conexão mais intimista.

Para explorar esta ferramenta, listamos as principais maneiras de você interagir com o seu público:

  • IG TV

O IGTV é uma plataforma dentro do Instagram, voltada exclusivamente para vídeos, com foco em conteúdo. A plataforma disponibiliza uma série de recursos e pode ser usada ou através de um aplicativo próprio ou direto do Instagram mesmo. Os vídeos podem ter duração de até 60 minutos (1 hora). Uma ótima maneira de atrair e alcançar um maior número de pessoas pois eles ficam em destaque na home do aplicativo dos usuários.

  • Stories

O recurso popularizado pelo Snapchat hoje se tornou comum na maiorias das redes sociais, inclusive no Instagram. O perfil que quem gosta de Stories, são pessoas em busca de informações rápidas. As histórias ficam disponíveis por 24h e são visualizadas por milhares de pessoas no mundo. Um ótimo meio de apresentar o seu trabalho, os bastidores, novidades, ambiente onde tudo acontece e muito mais.

  • Interações, Enquentes e Quiz

Motive os seguidores a interagir com a página, crie enquetes e quizes para estimular a interação com o seu público e também conhecer a opinião de quem segue a sua marca. No quiz você pode fazer uma pergunta e listar algumas respostas, se ficar verde, a pessoa acertou, caso contrário se ficar vermelho está errado. Na enquete você pode fazer uma votação para fazer uma pesquisa de seu público, pedindo a opinião deles. Um ótimo recurso para tomada de decisões e direcionamento de conteúdo.

  • Hashtags

Se tronaram populares no Twitter, mas hoje são usadas em todas redes sociais e consideradas uma palavra-chave para identificar o tema e conteúdo que estão compartilhando. Tem uma visibilidade muito boa e é bastante usada pela maioria dos usuários. É importante usá-las com moderação e da maneira correta.

Sempre há muitas novidades no Instagram, com novas ferramentas e possibilidades. Neste Post da Kameleon Comunicação damos mais dicas de Instagram!

Aproveite as nossas dicas e atualize-se! Se precisar de ajuda para estratégia e conteúdo, conte com os nossos profissionais. Venha tomar um café conosco e conhecer o nosso trabalho!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Dicas para ser mais Criativo

Cada vez mais as empresas buscam profissionais com habilidades diversificadas e a criatividade vem se destacando entre os quesitos mais valorizados no mercado de trabalho.

Isso porque, em ambientes cada vez mais disputados, a criatividade permite, dentre outros fatores, encontrar soluções para problemas, aperfeiçoar processos para atividades rotineiras, indicar novas utilidades para algo que já existe e ser mais produtivo, seja otimizando tempo ou recursos. Em outras palavras, é por meio da criatividade que evoluímos e um mundo que se atualiza a cada segundo, perfis dinâmicos e inovadores se destacam entre a multidão.

Se você tem um negócio, saiba que deveria considerar avaliar esta habilidade em sua equipe e se você atua no mercado de trabalho, considere desenvolver esta competência - sim, é possível desenvolver a criatividade.

Boas ideias podem surgir de diversos lugares, inclusive de onde menos se espera, mas nunca surgem do nada pois a criatividade é a soma de várias conexões. Livre-se do paradigma que todas as ideias para serem boas, precisam ser completamente originais - geralmente elas não surgem do zero.

Não existe uma receita exata para ser criativo, mas todos nós o somos. Seguir algumas dicas podem auxiliar a desenvolver esta habilidade e ajudar a você a “pensar fora da caixa”:

- Descanse

Não adianta forçar a mente: não é sob um comando que as ideias criativas aparecem. Elas só aparecem quando estamos com a mente relaxada, espontaneamente. Durma bem, medite, pratique atividades físicas. Evite o estresse e sempre que possível, descanse. Dê um tempo para o seu cérebro recarregar. Quanto mais cansada, menos criativa sua mente será.

- Mude seus hábitos

A rotina é inimiga número um da criatividade. Mudar o caminho para chegar ao trabalho, por exemplo pode ser um ótimo estimulante para novos pensamentos.

- Explore o mundo

Seja curioso. Tenha relacionamentos com pessoas que pensam diferente de você. Frequente lugares que habitualmente você não frequentaria. Uma conversa informal pode conduzir a lugares que você menos espera, despertar ideias, inspirar e até mesmo proporcionar parcerias e projetos.

- Saia da Zona de Conforto

Aprenda algo novo, estimule-se a desafiar suas habilidades e conhecimentos. A zona de conforto, assim como a rotina e o estresse são grandes inimigos do pensamento criativo. Faça cursos fora da sua área de atuação, aprenda um idioma novo. Adquira um novo hobby.

- Busque inspiração

Como falamos anteriormente, ideias são resultados de conexões. Por isso, inspire-se diariamente, através de livros, filmes, músicas, viagens e o que mais estiver ao seu alcance. Novamente: seja um explorador. Enriqueça sua mente com novidades sempre.

- Exercícios Mentais

O cérebro é um músculo e nada melhor do que colocá-lo em ação, para que ele possa expandir sempre. Jogar palavras cruzadas, xadrez, sudoku, ou mesmo escrever diariamente ajudam a aumentar a velocidade do seu raciocínio.

A criatividade é uma qualidade que deveria ser melhor explorada por todos pois é fonte de inovação e é isso que o nosso futuro (e presente) clamam. Invista em você. Invista em pessoas criativas.

Teste as dicas que o nosso time recomenda e veja o que mais funciona para você e coloque em prática. Mãos à obra - esqueça o mito de que a criatividade é um “dom”, restrito à parte da população e reinvente-se!

Para investir em Comunicação Criativa do jeito certo, conte com a Kameleon Comunicação!

(16) 3411 2566

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe esse post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn